Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Março de 2020 | 16h36 - Actualizado em 28 Março de 2020 | 17h32

Angola recebe segundo lote de gado do Tchad

Luanda - Angola recebeu, esta sexta-feira, um segundo lote de gado bovino originário do Tchad, no quadro do Programa de Repovoamento do Planalto de Camabatela, que abrange as províncias do Cuanza Norte, Malanje e Uíge.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bovinos originários do Tchad desembarcam em Luanda

Foto: Pedro Parente/arquivo

Segundo o director dos Serviços Veterinários do Ministério da Agricultura e Pescas, Ditutala Lucas Simão, este segundo lote integra 1.167 cabeças, que estão em quarentena na localidade da Quiminha, de onde partirão para o seu destino final, depois do rastreio completo.

 O primeiro lote, de 1.200 bovinos, chegou a Luanda a 15 deste mês, data do início de uma operação que culminará com 75 mil cabeças, que as autoridades angolanas esperam receber nos próximos oito anos.

 O Governo angolano estabeleceu um programa que prevê, até 2025, tornar o Planalto de Camabatela auto-suficiente na criação gado bovino e a produção de carne em grande escala.

 De acordo com o plano, espera-se que até 2022 cheguem ao Planalto de Camabatela 60 mil animais, para aumentar a oferta de carne de produção nacional.

Outro propósito da importação desses animais é substituir, gradualmente, as importações de carne, processo que custa ao Estado cerca de 350 milhões de dólares/ano.

Com uma área equivalente a 12 mil campos de futebol, o Planalto de Camabatela reúne condições climáticas propícias para o desenvolvimento agro-pecuário, bovinicultora de corte e a criação de pequenos ruminantes.

Assuntos Angola   Gado bovino  

Leia também
  • 27/03/2020 22:09:59

    Angola prepara criação de zonas francas

    Luanda - O ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos, informou esta sexta-feira, em Luanda, que o país prepara a criação de zonas francas, sendo que as empresas que nelas operarem beneficiarão de incentivos num período de 25 anos renováveis.

  • 27/03/2020 20:54:00

    Executivo "baixa" preço de venda de diamantes

    Luanda - O Executivo angolano optou em trabalhar com um preço de referência na ordem de 100.3 dólares por quilate, relativamente à produção e venda de diamantes no mercado internacional.

  • 27/03/2020 16:25:15

    SONANGOL anuncia reabastecimento dos postos de venda de gás

    Luanda- A Sociedade Nacional de Combustível de Angola (Sonangol) anunciou, nesta sexta-feira, em Luanda, que já começou a fazer o reabastecimento dos postos de venda de gás, face ao aumento da procura do produto no mercado.