Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

03 Abril de 2020 | 00h03 - Actualizado em 03 Abril de 2020 | 10h38

BODIVA atinge valor recorde em Março

Luanda - A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) atingiu em Março último um novo recorde, ao negociar cento e trinta e dois mil milhões, 725 milhões e 928 mil e 504 kwanzas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Com essa negociação, a BODIVA ultrapassa o ultimo record registado em Dezembro de 2017, no valor de 131 mil milhões, 262 milhões, 232 mil e 329 kwanzas.

De acordo com uma nota da instituição, o feito deve-se à participação activa dos Membros BODIVA, como o Banco  Angolano  de  Investimento  (BAI),  com  um  contributo  de  33,14%,  Banco  de Fomento de Angola (BFA), com 32,89% e Banco Standard Bank Angola (SBA), com  16,62%, representando 82,65% do montante total transaccionado.

Relativamente aos instrumentos financeiros, as Obrigações do Tesouro com indexação ao Dólar (OTTX), com uma maturidade residual até dois anos, foram os instrumentos mais negociados, representando no mês de Março 72,67% do montante total de transacções.

Para os membros da BODIVA, o  aumento do volume de negócio reflecte cada vez mais a consolidação da literacia financeira sobre as alternativas de poupança, bem como a confiança das empresas e famílias angolanas nos instrumentos financeiros disponíveis para a transacção.

As instituições financeiras mantêm-se como as principais negociadoras no mercado de capitais, com 143, 86 mil milhões de Kwanzas (AKz), mais que o dobro do volume do sector de petróleo e gás (AKz 62,60 mil milhões).

Segundo dados da Bolsa de Dívida e Valores de Angola, publicados no início do mês de Março deste ano, quanto à posição vendedora, o sector do Comércio a Grosso e a Retalho ocupa a liderança, com 93,52 mil milhões de Kwanzas, seguido do sector da prestação de serviço, com 46,85 mil milhões de Kwanzas.

Nas operações de venda, os agentes de intermediação representam 60,4 por cento do montante total (874,1 mil milhões), seguido dos clientes empresas, com 36,2 por cento (316,2 mil milhões), e dos clientes particulares, que correspondem 3,4 por cento (29,8 mil milhões).

Sobre as contas abertas, dados da BODIVA indicam que, durante o ano de 2019, foram abertas quatro mil e 607 contas de registo individualizado, que corresponde mais de 23 por cento relativamente a 2018.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 03/04/2020 10:34:04

    BNA dispensa autorização para importações no valor de USD 100 mil

    Luanda - Os pagamentos antecipados para a importação dos produtos da cesta básica, medicamentos e material de biossegurança no valor inferior a 100 mil dólares norte-americanos, por operação, passam a dispensar autorização do Banco Nacional de Angola (BNA), por um período temporário, no quadro da prevenção e combate ao coronavírus.

  • 03/04/2020 01:04:09

    Sonangol denuncia especuladores de gás

    Luanda - A Sonangol denunciou, nesta quinta-feira, a existência de revendedores de gás de cozinha que estão a reter grande quantidade de botijas, para alimentar a especulação de preços.

  • 02/04/2020 16:43:00

    Petróleo sobe 25% após Trump confirmar cortes de 10 milhões de barris

    Londres - O preço do WTI futuros, que já estava em alta com a expectativa de um acordo, subiu mais de 25% após o twite do presidente Donald Trump que confirma o alcance de um acordo entre Riad e Moscovo.