Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

15 Maio de 2020 | 12h42 - Actualizado em 15 Maio de 2020 | 12h41

Zaire: Governador quer reforço no combate aos crimes transfronteiriços

Soyo- O governador do Zaire, Pedro Makita Armando Júlia, reiterou, nesta sexta-feira, no município do Soyo, o apelo para o reforço no combate à crescente onda de imigração ilegal, contrabando de mercadorias e outros crimes na fronteira com a República Democrática do Congo(RDC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pedro Makita Armando Júlia, Governador Provincial do Zaire

Foto: Arquivo(Angop)

Em declarações à imprensa, durante uma visita a uma ilha do canal fluvial do rio Zaire, que delimita o Soyo com a localidade de Mwanda (RDC), o governador, disse que a situação da covid-19 aconselha uma vigilância redobrada.

No seu entendimento, tudo deve ser feito para se impedir que a pandemia se propague para o território nacional, a partir do país vizinho, que soma já centenas de casos positivos.

Pedro Makita teve a oportunidade de ver enormes quantidades de produtos da cesta básica, de higiene e outros que se destinavam para o contrabando na RDC, apreendidos pelas forças de guarda fronteira de Angola destacadas no local.

Na companhia do comandante provincial da polícia nacional, comissário, Manuel Gonçalves Francisco, o governador do Zaire deplorou a “facilidade” como este contrabando tem sido realizado por cidadãos congoleses democráticos com a cumplicidade de nacionais.

“Temos que reforçar as  medidas de combate à imigração ilegal, contrabando de combustível, produtos da cesta básica e outros crimes conexos, sobretudo neste período de estado de emergência, no sentido de se evitar a circulação de pessoas e bens entre os dois países”, disse.

O governador enquadrou a sua visita na preocupação do seu governo com a segurança da fronteira nacional, face ao perigo da propagação da Covid-19 a partir da RDC.

Pedro Makita enquadrou neste âmbito o motivo da visita ao canal do rio Zaire, muito propenso à imigração ilegal e tráfico de mercadorias, e de outros postos fronteiriços terrestres da província.

O governador aconselhou, ainda, a população da ilha do Luamba a continuar a observar as medidas de protecção individual e colectiva contra a Covid-19.

Durante a sua visita 24 horas, o governador e a sua comitiva inspeccionaram  a sala de controlo dos dispositivos de vigilância nocturna, postos de observação, uso de drones, entre outros meios  utilizados pelos agentes de guarda-fronteiras para garantir maior segurança e  inviolabilidade da fronteira com a RDC.

Leia também
  • 14/05/2020 18:10:52

    Doença não identificada mata gado bovino no Nzeto

    Mbanza Kongo - Cento e 92 cabeças de gado bovino morreram desde o princípio deste mês vítimas de uma doença não identificada, na fazenda Kinkanka, localizada no município do Nzeto, província do Zaire.

  • 13/05/2020 17:56:19

    Sonangol encerra bombas de combustíveis no Soyo

    Soyo - Vinte e cinco bombas privadas de abastecimento de combustível foram encerradas nesta quarta-feira, no município do Soyo, província do Zaire, sob orientação da Sonangol, por suspeita de envolvimento no contrabando de gasolina e gasóleo para a República Democrática do Congo (RDC).

  • 30/04/2020 10:40:37

    Polícia flagra contrabando de combustível no Soyo

    Mbanza Kongo - A Polícia de Guarda Fronteira, na província do Zaire, deteve em flagrante delito, nesta quarta-feira, cinco cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) quando se preparavam para transportar cerca de 11 mil litros de combustível para aquele país vizinho.