Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

23 Maio de 2020 | 19h10 - Actualizado em 25 Maio de 2020 | 12h03

Conclusão da subestação da Quibala prevista para Junho

Luanda - A subestação eléctrica móvel, com uma capacidade 220/30 kV - 10 Mva, em construção no município da Quibala, província do Cuanza Sul, cuja conclusão das obras está prevista para o final de Junho próximo, vai permitir dinamizar a actividade económica, sobretudo a agrícola na região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Sul: Subestação de energia

Foto: Joaquim Tomás

Os trabalhos de construção da subestação iniciaram-se em Abril último e vão atender a necessidades como conservação de alimentos, iluminação das residências e vilas, bem como o apoio à actividade empresarial deste município histórico.

De acordo com uma nota deste sector, a que a Angop teve acesso neste sábado, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, deslocou-se esta sexta-feira àquela província, numa jornada que contemplou também o Cuanza Norte, com o propósito de constatar o nível de andamento das obras de electrificação da Quibala.

O documento refere que, em simultâneo, começa a primeira fase de construção das redes de distribuição em média e baixa tensões, incluindo as ligações domiciliares, que levarão a energia de forma regular à casa dos habitantes do município-sede, a partir dos próximos meses de Julho e Agosto.

Em relação à expansão da rede eléctrica às fazendas agrícolas, está em curso, em parceria com o Ministério da Agricultura e Pescas, o projecto de execução das linhas de média tensão, que terão uma extensão aproximada de 75 quilómetros, que visa o desenvolvimento sustentável da agricultura, aproveitando a disponibilidade existente de energia de produção hídrica, proveniente da rede eléctrica nacional.

A obra tem o prazo de execução de seis meses, devendo os trabalhos ficar concluídos antes do final do ano.

Com a chegada da energia eléctrica da rede pública a estas localidades, termina o sofrimento dos agentes económicos, principalmente no apoio à classe empresarial local, porque grande parte se dedica à actividade agropecuária, cujos rendimentos se perdem na compra de combustível e avultados custos na manutenção de geradores.

No local, João Baptista Borges orientou à ENDE a realizar trabalhos de implantação do ramal de média tensão, em simultâneo com a construção das linhas de baixa tensão.

Depois da visita à Quibala, a comitiva seguiu para a vila do Waku Kungo, outro município do Cuanza Sul, onde aferiu o grau de execução da empreitada de electrificação do aldeamento Waku Kungo, grande pólo agro-pecuário e industrial em desenvolvimento.

Já no Cuanza Norte, o titular do sector efectuou uma visita ao Aproveitamento Hidroeléctrico de Cambambe, para a constatação da conclusão dos trabalhos de revisão da quinta turbina, que está pronta para ser interligada ao sistema.

Finalmente, a comitiva teve a oportunidade de visitar a Subestação de Cambutas, na circunscrição de Cambambe, sob a responsabilidade da RNT.

Assuntos Energia  

Leia também
  • 20/05/2020 19:58:01

    Ministro quer aprimorado mecanismo de arrecadação de receitas

    Luanda - O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, aconselhou, nesta quarta-feira, as empresas do sector a aprimorar os mecanismos de arrecadação de receitas, para contribuir no processo de desenvolvimento do país e garantir a sua sustentabilidade.

  • 01/05/2020 12:16:41

    PRODEL promete normalizar energia em Cabinda

    Luanda - A Empresa Pública de Produção de Electricidade (PRODEL) promete normalizar, nos peróximos dias, o fornecimento de energia à cidade de Cabinda, três semanas depois das restrições resultantes da rotura de stok de materiais consumíveis, situação que forçou a redução da produção.

  • 30/04/2020 12:17:08

    ENDE recupera mais de 600 milhões de Kwanzas de dívida

    Lubango - A Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade na Huíla (ENDE) recuperou, em 2018, uma dívida de 601 milhões 870 mil e 265 kwanzas, mediante um programa de negociação com os devedores.