Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Maio de 2020 | 15h51 - Actualizado em 28 Maio de 2020 | 17h36

Camponeses colhem 6 toneladas de batata-rena

Malanje - Seis toneladas de batata-rena foram colhidas hoje, quinta-feira, numa área de seis hectares, por 105 camponeses da associação Kipacassa do sector com mesmo nome, no município de Cangandala, 28 quilómetros a sul da cidade de Malanje.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A produção resulta de uma sementeira feita pelos referidos camponeses, de Janeiro a Fevereiro deste ano, com o financiamento do projecto Mosap II.

No acto de colheita, o secretário da associação de camponeses Quipacassa, Paulo Carlos, disse que a batata-rena será comercializada para contribuir na capitalização dos camponeses e na caixa comunitária dos sócios.

Precisou que o grande problema dos associados prende-se com a falta de transporte para o escoamento da produção para os mercados informal e formal da cidade de Malanje e não só.

Esta é a primeira vez que a associação planta e colhe batata-rena, uma vez que apenas produzia mandioca, feijão, hortaliças e outras culturas.

Por sua vez, a administradora municipal de Cangandala, Engrácia dos Santos, disse que a produção em grande escala da batata-rena e outros produtos do campo está a contribuir de forma substancial no combate à fome e à pobreza no seio das comunidades do meio rural.

Engrácia dos Santos explicou que está em curso  um trabalho de melhoria das terras dos camponeses associados, para  permitir o aumento da produção de batata-rena e outros produtos.

Já o técnico do Instituto de Desenvolvimento Agrário, Juliano António Baptista, disse que a previsão era colher 12 toneladas de batata, acrescentando que está previsto colher 25 toneladas de mandioca e 7 toneladas de feijão manteiga.

A associação tem, para além da área cultivada de 6 hectares de batata-rena, 57 hectares de mandioca e igual extensão com plantio de feijão.

A associação foi fundada a 3 de Setembro de 2007 e controla 105 associados entre homens e mulheres.

Leia também
  • 27/05/2020 20:21:13

    Administrador aponta agricultura e turismo como prioridades no Cuito Cuanavale

    Menongue - O novo administrador do Cuito Cuanavale, José Martins, apresentado nesta terça-feira aos funcionários, apontou como prioridades, durante o seu mandato, a aposta no fomento da agricultura e aproveitamento sustentável de todos os recursos turísticos, por serem sectores decisivos para o desenvolvimento do município.

  • 27/05/2020 14:15:28

    Empresas assinam memorando de alívio económico

    Luanda - Várias empresas das províncias de Luanda, Zaire, Cuanza Sul, Bié, Bengo, Malanje, Lunda Sul, Moxico e Huambo assinaram hoje (quarta-feira) um memorando de entendimento com o Inapem e o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), para acesso ao crédito no quadro das medidas de alívio económico, para mitigar os efeitos nefastos que a Covid-19 está a causar na tesouraria das empresas.

  • 23/05/2020 11:19:29

    Malanje regista baixa na pesca artesanal

    Malanje - Por conta da escassez de meios de pesca, como embarcações, anzóis e redes, apenas 17 toneladas de pescado foram capturadas pelas cooperativas artesanais de Malanje, durante o I trimestre deste ano, menos 26 toneladas em relação ao mesmo período de 2019.