Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

27 Maio de 2020 | 12h31 - Actualizado em 27 Maio de 2020 | 12h30

Degradação da estrada Mbanza Kongo/Nzeto preocupa automobilistas

Mbanza Kongo - O surgimento de buracos ao longo da estrada nacional 210, que liga a cidade de Mbanza Kongo ao município do Nzeto, província do Zaire, está a preocupar os automobilistas que circulam neste troço rodoviário de aproximadamente 230 quilómetros.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Estradas em mau estado de conservação (ARQ.)

Foto: Henri Celso

A situação que já se alastra há mais de um ano, segundo alguns automobilistas entrevistados hoje (quarta-feira) pela ANGOP tem, muitas vezes, provocado acidentes de viação, sobretudo para camiões contentorizados.

Desde o princípio deste ano, afirmaram, já foram registados dois acidentes de viação, envolvendo camiões contentorizados sem, no entanto, provocar vítimas mortais.

Para Manuel Freitas, automobilista, a situação começa a ficar insustentável devido à progressão dos buracos, principalmente para aqueles motoristas que circulam no período nocturno, tendo, para isso, solicitado às entidades competentes a repararem com urgência a referida via.

Para o taxista, José Manuel, que há 10 anos circula na estrada Mbanza Kongo/Nzeto, a degradação acentuada do referido troço rodoviário deve-se à falta de trabalhos de manutenção.

Segundo o interlocutor, quase todos os dias surgem novos buracos no referido itinerário e a progressão dos já existentes ao longo da estrada, tendo apontado o troço Kinsimba/Tomboco como sendo o mais crítico.

A propósito da degradação rápida da referida estrada, o director do Gabinete Provincial das Obras Públicas, Augusto Tiago, disse que o governo provincial já apresentou a preocupação ao Ministério da Construção para uma eventual intervenção nos pontos mais críticos desta estrada nacional de acesso à capital do país, Luanda.

Referiu que esse troço rodoviário não está abrangido no pacote de salvamento de estradas, diferente ao que liga Mbanza Kongo ao município fronteiriço do Nóqui, que há dias beneficiou de intervenção pela Brigada de Manutenção e Conservação das Estradas.

Por sua vez, o director provincial do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), Manuel Diangani, informou que o sub-troço rodoviário Kinsimba/Nzeto, está sob responsabilidade do Fundo Rodoviário desde Março último, mas este interrompeu os trabalhos devido ao estado de emergência.

Acrescentou que tão logo a situação volte à normalidade, o Fundo Rodoviário retomará os trabalhos de manutenção dos cerca de 100 quilómetros do troço.

Construída por uma empresa chinesa, a estrada Mbanza Kongo/Nzeto foi inaugurada em 2012.

 

Assuntos Estradas   Província » Zaire  

Leia também
  • 24/05/2020 13:00:39

    Polícia apreende valores monetários em contrabando

    M'banza Kongo - Dois mil e 500 dólares norte-americanos e 852 mil Kwanzas foram apreendidos, na madrugada deste domingo, pela Polícia de Guarda-Fronteira no município do Soyo, província do Zaire.

  • 22/05/2020 13:38:46

    Mercadorias para Cabinda retidas no Soyo

    Soyo - Vinte e dois camiões com cerca de 500 toneladas de produtos diversos para a província de Cabinda estão estacionados no município do Soyo (província do Zaire), há mais de 15 dias, em virtude da suspensão dos serviços de cabotagem das embarcações artesanais, soube hoje (sexta-feira) a Angop.

  • 20/05/2020 17:16:10

    Produtos do campo estragam-se por falta de compradores

    M'banza Kongo - Agricultores e camponeses do município de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram, nesta quarta-feira, que quantidades consideráveis de produtos do campo estão a deteriorar-se em lavras, por falta de compradores.