Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

02 Julho de 2020 | 19h12 - Actualizado em 02 Julho de 2020 | 19h52

Bancarização atinge 40 por cento da população

Luanda - Mais de 40 por cento da população angolana utiliza os serviços bancários, indicando eficiência do Sistema de Pagamento de Angola, segundo um estudo recente realizado pelas autoridades financeiras com apoio do Banco Mundial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada nesta quinta-feira, em Luanda, pelo governador do Banco Nacional de Angola, José de Lima Massano, durante o debate, na especialidade, da Proposta de Lei do Sistema de Pagamento de Angola.

Referiu que este dado, adicionado ao facto de haver mais de seis milhões de usuários de cartões da rede multicaixa, são, entre outros indicadores, conquistas do sistema financeiro angolano que vem se mostrando eficiente e, por via disso, “uma história de sucesso na região austral de África”.

Segundo o governador do Banco Central, esta proposta de lei é inovadora, pois permitir o contínuo desenvolvimento conseguido pelo sistema financeiro nos últimos 15 anos, bem como o prosseguimento da sua regulação e supervisão, de modo a torna-lo mais eficaz.

Admitiu que também tem havido incidentes, mas têm sido acautelados visando a protecção dos consumidores, sendo as reclamações são resolvidas pontualmente.

Neste sentido, José Massano afirmou que a referida proposta, aprovada por unanimidade na especialidade, adequa os poderes de superintendência do BNA, de modo a garantir o regular processamento das transacções efectuadas pelos agentes económicos e a eficácia da política monetária.

Quanto a fiabilidade operacional, afiançou que o sistema é funcional, garantindo que os serviços estejam com a alta taxa de disponibilidade.

Durante a apreciação na especialidade, os deputados demonstraram certeza na necessidade da substituição na lei 05/05, que se mostra desajustada à actual realidade socioeconómica.

Neste sentido, as intervenções cingiram-se mais na forma e correcção da redacção de algumas normas e não no seu conteúdo.

Assuntos Banca  

Leia também
  • 07/05/2020 19:21:54

    Taxa básica de juro mantém em 15,5%

    Luanda - O Comitê da Política Monetária (CPM) decidiu, nesta quinta-feira, manter em 15,5% a taxa básica de juro do Banco Nacional de Angola, 22% e 15% os coeficientes de reservas obrigatórias em moeda nacional e estrangeira, respectivamente.

  • 07/05/2020 16:15:25

    Lucro do Banco Millennium cresce 12 por cento

    Luanda - O Banco Millennium Atlântico atingiu, em 2019, um resultado líquido de 30,5 mil milhões de Kwanzas um incremento de 12% face a 2018, embora abaixo do previsto face ao contexto de crise económica, soube hoje (quinta-feira) a Angop.

  • 22/04/2020 16:20:11

    Millennium dispõe de USD 40 milhões para apoiar PME

    Luanda - O Banco Millennium Atlântico tem à sua disposição um financiamento no valor de 40 milhões de dólares, cedido pelo Banco Africano de Desenvolvimento, para apoio às pequenas e médias empresas nacionais, designadamente nas áreas agrícola e agro-indústria.