Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Agosto de 2020 | 17h48 - Actualizado em 08 Agosto de 2020 | 10h21

Covid-19: Angola e Portugal estudam regresso de empresários lusos

Luanda - Angola e Portugal estão a estudar os mecanismos dos regresso de empresários lusos, cujos negócios estão paralisados por força da pandemia da Covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Fernando da Piedade Dias dos Santos, (à dir) PAN e embaixador de Portugal em Angola Pedro Maria Santos Pessoa e Costa

Foto: Cedida

Fernando da Piedade Dias dos Santos, (à dir) PAN e embaixador de Portugal em Angola Pedro Maria Santos Pessoa e Costa

Foto: Cedida

Fernando da Piedade Dias dos Santos, (à dir) PAN e embaixador de Portugal em Angola Pedro Maria Santos Pessoa e Costa

Foto: Cedida

A informação foi prestada hoje, sexta-feira, pelo embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa, em declarações à imprensa, à saída de uma audiência com o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

O diplomata referiu ser necessário definir-se rapidamente a estratégia de regresso dos homens de negócios, sob pena de afectar alguns projectos prioritários, tanto em Angola como Portugal.

Explicou que, numa primeira fase, a primazia deverá recair para empresários do ramo da construção civil necessários para às obras prioritárias de Angola, devendo cumprir todas regras de biossegurança, inclusive a quarentena.

Segundo o diplomata luso, decorre um trabalho com os empresários português para se identificar apenas as pessoas necessárias para regressar, devendo a escolha recair para aquelas com projectos prioritários. “Será um número pequeno, mas muito necessário”.

Lembrou que a pandemia está a ter impacto negativo na economia dos países, obrigando a adaptação à situação.

Desde a identificação do primeiro caso, em Março último, Angola  tem um acumulado de 1.483 casos positivos, com  64 óbitos, 520 recuperados e 899 activos, enquanto Portugal possui 52.351 casos, 1746 morte e 38,087 recuperados e 12,518 activos.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 07/08/2020 18:09:32

    ZEE atribui propriedade a empresas estrangeiras

    Luanda- Oito empresas de capital privado estrangeiras adquiriram, nesta sexta-feira, o direito real pleno sobre a propriedade, na Zona Económica Especial (ZEE).

  • 06/08/2020 18:59:55

    BNA repudia testes às novas notas de kwanza

    Luanda - A primeira semana de circulação da nova nota de 200 kwanzas da série de 2020, no mercado desde 30 de Julho último, ficou marcada por actos de "vandalismo", que podem comprometer a durabilidade das cédulas.

  • 05/08/2020 18:27:59

    Covid-19: Empresas no Cunene aguardam financiamento

    Ondjiva - Onze empresas do ramo da agricultura, pecuária, comércio e distribuição, das 125 inscritas na província do Cunene, aguardam por financiamento do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), no âmbito do programa de alívio económico.