Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Agosto de 2020 | 18h09 - Actualizado em 08 Agosto de 2020 | 10h22

ZEE atribui propriedade a empresas estrangeiras

Luanda- Oito empresas de capital privado estrangeiras adquiriram, nesta sexta-feira, o direito real pleno sobre a propriedade, na Zona Económica Especial (ZEE).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zona Económica Especial

Foto: Pedro Parante

Trata-se da organização Aroma Verde (fábrica de sumos), BD Soluprafia (fábrica de sacos de ráfia) Tai S.A (linhas de montagem de carros de marca Zenza), Sogepneus( centro comercial), Yoni Bem (fábrica de massa alimentar),Invesco (Industria alimentar).

 Completam a lista a Gestaflora (fábrica de transformação de madeira para mobiliário de luxo) e Imex Trade (comércio geral) que têm agora aberto a facilidade de recorrem a financiamento bancário com custo reduzido, podendo apresentar as referidas propriedades como garantias.

Para atingirem  esta fase, as referidas instituições, que antes funcionavam com contrato promessas, entre três a cinco anos, foram submetidas a prova documental, técnica e pagamento de quantia monetária, cujo total não foi revelado.

Em declarações à imprensa após a assinatura das escrituras, o administrador para área jurídica da Zona Económica, Amorbelo Sintongua, considerou de histórico, por se tratar da primeiras entidades a atingirem esta fase 10 anos após a criação da zona económica Luanda-Bengo.

Acrescentou, por outro lado, ser uma etapa que incentivará os empresários a aumentar o investimento e posto de emprego.

Operam na ZEE 272 empresas privadas entre nacionais e estrangeiras, 56 sob o contrato promessa e agora oito com escrituras públicas definitivas.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 07/08/2020 17:48:28

    Covid-19: Angola e Portugal estudam regresso de empresários lusos

    Luanda - Angola e Portugal estão a estudar os mecanismos dos regresso de empresários lusos, cujos negócios estão paralisados por força da pandemia da Covid-19.

  • 06/08/2020 18:59:55

    BNA repudia testes às novas notas de kwanza

    Luanda - A primeira semana de circulação da nova nota de 200 kwanzas da série de 2020, no mercado desde 30 de Julho último, ficou marcada por actos de "vandalismo", que podem comprometer a durabilidade das cédulas.

  • 05/08/2020 18:27:59

    Covid-19: Empresas no Cunene aguardam financiamento

    Ondjiva - Onze empresas do ramo da agricultura, pecuária, comércio e distribuição, das 125 inscritas na província do Cunene, aguardam por financiamento do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), no âmbito do programa de alívio económico.