Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Agosto de 2020 | 19h30 - Actualizado em 10 Agosto de 2020 | 19h30

OGE/2021 para Malanje com redução de 15%

Malanje - O Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021, para a província de Malanje, será de 50 mil milhões e 652 milhões de kwanzas, uma redução de 9 mil milhões, 230 milhões, 137 mil e 843 kwanzas, menos quinze por cento comparativamente a verba do exercício de 2020.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação vem expressa no comunicado final da I sessão ordinária do Conselho Provincial de Auscultação das Comunidades, realizada hoje (segunda-feira), nesta cidade que, entre outros aspectos, serviu para informar os cidadãos sobre essa e outras realidades da província e dos projectos do governo local.

Do OGE para o próximo ano, de acordo com o comunicado, 37 mil milhões, 163 milhões, 103 mil e 098 kwanzas (mais de 50% do global), destinam-se a despesas com o pessoal, pagamentos de bens e serviços, subsídios e transferências correntes.

Por outro lado, os participantes a sessão foram igualmente informados sobre o andamento do PIIM (Plano Integrado de Intervenção nos Municípios), projecto Kwenda, programa de massificação do registo gratuito de nascimento, situação da Covid-19, bem como os concursos públicos de admissão de quadros nos sectores da saúde e educação, entre outros aspectos.

Na ocasião, o governador de Malanje, Norberto dos Santos, realçou que, apesar do contexto actual do país imposto pela Covid-19, o governo da província viu aprovado os projectos de electrificação da periferia da cidade de Malanje e da linha de transporte e rede de distribuição do município de Cangandala, que beneficiarão mais de cinco mil famílias com energia eléctrica pela primeira vez.

Entretanto, o governador disse que, relativamente ao PIIM, 75% dos projectos em carteira, encontram-se já na fase de execução, com previsões de entrega as primeiras obras à população a partir do final deste ano.

Nesta senda, explicou, dos 108 projectos em carteira no quadro do PIIM, 104 são de âmbito provincial, dos quais 78 foram estão aprovados, com 40 já validados pelo Ministério das Finanças e já têm verbas disponibilizadas para sua execução.

Por outro lado, acrescentou que o governo está a trabalhar no sentido de se retomar a breve trecho as obras do projecto de infra-estruturas integradas da cidade de Malanje, que prevê reabilitação de estradas, construção de vias de drenagem, lancis e outras obras em alguns bairros periféricos da cidade de Malanje.

Leia também
  • 10/08/2020 17:02:30

    Lunda Sul apresenta proposta do OGE para 2021

    Saurimo - O Ministério das Finanças propôs ao governo da Lunda Sul para o Orçamento Geral do Estado para 2021 receitas e despesas avaliadas em 34 mil milhões, 641 milhões e 365 mil kwanzas.

  • 09/08/2020 18:48:07

    Gestão do Txinguvo optimista quanto ao futuro do projecto

    Dundo - O director das operações geológicas da mina do Txinguvo, no município de Chitato, Lunda Norte, Simão Conceição, mostrou-se optimista quanto ao futuro do projecto, no que toca os níveis de produção, aumento da capacidade de geração de empregos e das receitas tributárias.

  • 08/08/2020 09:11:39

    INADEC aponta riscos à saúde e segurança dos consumidores

    Luanda - O mau acondicionamento dos alimentos em frigoríficos e economatos e a falta de higiene dos utensílios e dos manipuladores nas indústrias e empresas de restauração constituem alguns dos principais riscos a que estão expostos os consumidores do país, disse hoje à ANGOP, a directora- geral adjunta do Intstituto NAcional de Defesa do Consumidor (INADEC), Anta Webba.