Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

18 Setembro de 2020 | 12h00 - Actualizado em 18 Setembro de 2020 | 12h01

Chipindo produz cem gramas de ouro/dia

Chipindo - Cem gramas de ouro são produzidas diariamente, no município de Chipindo, província da Huíla, pela empresa Demang-SA, numa área de 664 quilómetros quadrados de exploração, soube-se hoje.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Exploração de ouro no Chpindo (Huíla)

Foto: ANGOP HUÍLA

A mina, cuja prospecção foi concluída em 2017 pela concessionária estatal Ferrangol, criou até agora 46 postos de trabalho, segundo o seu coordenador de logística, Domingos Filipe. A meta é atingir mil.

Augurando maior produção, o responsável referiu que a empresa precisa ganhar certa estabilidade, fazer outros investimentos, e lamentou o facto de se verificar, no perímetro, a exploração ilegal por parte de garimpeiros, o que afecta a produção da instituição.

Domingos Filipe falava no final de uma visita ao local do governador local, Luís Nunes.

Leia também
  • 18/09/2020 09:48:55

    Governador apela empresários a aderirem Prodesi

    Malanje - Empresários do município de Quirima, na província de Malanje, foram exortados, esta quinta-feira, a aderirem ao Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi), visando a aquisição de financiamento para a actividade comercial.

  • 17/09/2020 14:39:10

    Notas de AKz 500 já estão disponíveis

    Luanda - As novas notas de 500 kwanzas (Akz), da família 2020, entraram em circulação no mercado financeiro angolano, efectivamente, nesta quinta-feira (17).

  • 17/09/2020 14:07:22

    Terceira revisão do FMI anima o Governo

    Luanda - O Ministério das Finanças anunciou, esta quinta-feira, que a terceira revisão do Programa de Financiamento Ampliado (EFF) do FMI facilitará o acesso do país a novos fundos, para fazer face à crise derivada da Covid-19.