Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Outubro de 2020 | 19h11 - Actualizado em 13 Outubro de 2020 | 20h03

Cejece regista quebra de 66% na produção de ovos

Saurimo - A empresa de produção de ovos ?Cejece?, na província da Lunda Sul, baixou a produção de mil e 200 para 400 ovos/dia, uma quebra de 66 por cento, por falta de ração para alimentação as aves.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

produção de ovos baixa por falta de ração

Foto: Angop

Actualmente, empresa conta apenas com 500 aves, representando um terço das que tinha em 2019 (mil e 500), segundo o seu sócio-gerente, Carlos Comute, que falava hoje à Angop.

O aviário tem capacidade de cinco mil bicos, para produzir quatro mil 500 ovos/dia, mas o grande problema reside na falta de ração.

Apesar das dificuldades, a empresa vai aderir ao programa do Executivo sobre as Medidas de Alívio Económico, para um financiamento, com vista a melhorar as condições do aviário e aumentar a produção.

Lamentou o facto de ter que adquirir o quilograma de ração a 600 kwanzas, quando há 12 anos, no inicio do projecto, era comercializado a 80 kwanzas.

O preço da ração aumentou seis vezes mais, mas o preço do ovo teve apenas uma subida de 50%, situação que obriga a muitos a abandonar a actividade avícola na Lunda Sul.

Apesar da maré de dificuldades, Carlos Camute revelou que vai instalar uma mini fábrica de ração, com uma produção de 500 toneladas, para facilitar o processo.

Também está a trabalhar com a Associação dos Avicultores de Angola, onde é membro honorário, no sentido de montar uma fábrica de ração na Lunda Sul, tendo em conta que a unidade fabril representa cerca 80 por cento da estrutura de custos avícolas.

Anunciou também o relançamento da actividade na província, com a criação pelos ex-avicultores de uma cooperativa de produtores de ovos.

Para o efeito, estão a trabalhar na organização dos documentos, com vista a facilitar o acesso ao financiamento da banca.

A produção na Lunda Sul já teve, há anos, alguma produção, com média entre 20 e 25 mil ovos/dia, mas devido aos vários constrangimentos muitas empresas do ramo declararam falência.

A empresa “CEJECE” foi criada em 2006, trabalha no ramo da avicultura com 10 funcionários actualmente.

Leia também
  • 08/10/2020 10:50:55

    Endiama desvaloriza críticas pela nomeação do grupo técnico para Luaxe

    Saurimo - O conselho de administração da Empresa Nacional de Diamantes (Endiama) lamentou esta quarta-feira o facto de estarem a valorizar questões subjectivas e de cariz regional, para pôr em causa a competência de quadros nomeados para liderar o grupo técnico de gestão do projecto diamantífero de Luaxe, situado na Lunda Sul.

  • 29/09/2020 12:34:11

    Projectos de milho e feijão com maior procura para financiamento

    Luanda - Projectos de cultivo de milho com 183 solicitações e feijão com 153 constam das iniciativas com maior procura de financiamento no Comité de Crédito e Vendas, onde estão registados 4857 pedidos, revelou nesta terça-feira, em Luanda, o secretário de Estado do Planeamento, Milton Reis.

  • 25/09/2020 22:01:57

    Recenseadas mais de mil empresas na Lunda Sul

    Saurimo - Mil e 208 empresas e estabelecimentos foram recenseadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) na província da Lunda Sul, no âmbito do Recenseamento de Empresas e Estabelecimentos (REMPE) 2019/20.