Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

13 Fevereiro de 2016 | 15h18 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2016 | 13h25

Angola: Universidade Agostinho Neto forma mestres em Língua Portuguesa e literatura

Luanda - A Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto realizou hoje (sábado), no auditório da respectiva instituição, em Luanda, a sessão de defesa pública de dissertação do primeiro curso de mestrado em língua portuguesa e literatura em língua portuguesa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Alexandre Chicuna - Decano da Faculdade de Letras

Foto: Rosário dos Santos

No total de dez candidatos, a Faculdade de Letras afecta à Universidade Agostinho Neto (UAN) iniciou o processo de defesa pública de dissertação do primeiro curso de mestrado nesta área.

Coube para o efeito, ao candidato Jordão Buaza Caculo, agora mestre em língua portuguesa e literatura em língua portuguesa, defender o tema “dinâmicas dos marcadores discursivos nos médias Luandense”. Obteve 17 valores do grupo de jurado.

O candidato André Zua Bulo defendeu a tese “uso dos pronomes e a colocação de clítico pronominais do português em Luanda, uma análise variacionista” e obteve 15 valores.

No período da tarde aconteceu a defesa dos candidatos José Tchikwamanga e Bernardo Sipiali Sacanane, que defenderem as teses “Tendência sintácticas do português de Angola“ e “Análise e funcionamento dos Angolarismo no Léxico“, respectivamente.

As dissertações vão continuar na próxima semana, com outros candidatos e temas.

O corpo de jurado é formado por Petelo Ne-tava, presidente, as docentes Amélia Mingas e Maria Teresa Lino, na qualidade de arguentes.

Assistiram ao acto, o decano da Faculdade de Letras, Alexandre Chicuna, estudantes e familiares dos mestres.

Assuntos Educação  

Leia também
  • 15/02/2016 19:12:29

    Moxico: Cameia precisa de 211 novos professores

    Cameia - Duzentos e onze novos professores para o ensino primário, I e II ciclos são necessários no município de Lumeji, a 102 quilómetros a leste da cidade do Luena, para reforçar o sector educacional na região.

  • 14/02/2016 18:00:02

    Bié: Governo recomenda sector da educação cumprir rigoroso das actividades programas

    Chinguar - A décima reunião técnica do Governo da província e os administradores municipais recomendou a necessidade do sector da Educação, cumprir rigorosamente as actividades programadas para o presente ano lectivo, visando obter-se melhoria na qualidade do ensino e da aprendizagem, nesta parcela do país.

  • 14/02/2016 17:55:12

    Zaire: Reinaugurada escola primária no Cuimba após obras de ampliação

    Mbanza Congo - A escola do ensino primário nº 63 do bairro Álvaro Buta, sede municipal do Cuimba, província do Zaire, foi reinaugurada neste sábado pelo governador provincial, José Joanes André, após beneficiar de obras de ampliação de oito para doze salas de aula.

  • 13/02/2016 18:06:54

    Angola: Disponíveis mais de novecentas vagas na Faculdade de Letras

    Luanda - A Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto (UAN) tem disponíveis para o presente ano lectivo, que inicia no próximo dia 1 de Março, 975 vagas para os vários cursos existentes na instituição do ensino superior.