Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

16 Março de 2017 | 12h57 - Actualizado em 16 Março de 2017 | 12h57

Senegal: Apresentada experiência de Angola sobre educação para renascimento cultural

Dakar - A experiência de Angola sobre educação para o renascimento cultural africano e as ideias pan-africanistas foi transmitida hoje, quinta-feira, em Dakar, Senegal, pela especialista da Organização Não Governamental (ONG) ADPP-Angola, Rikke Viholm.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Angola transmite experiência sobre educação para renascimento cultural

Foto: Pedro Parente

Falando no painel sobre "Educação para o renascimento cultural africano e ideias pan-africanistas", cujo moderador foi o ministro angolano da Educação, Pinda Simão, a especialista apresentou a experiência, tendo como base o projecto "Machimbombeando".

Implementado durante quatro anos, referiu, o projecto consistiu em quatro viagens de autocarro por alguns países de África sob o lema "Aprender a viajar - viajar para aprender".

Salientou que a iniciativa perseguiu como o princípio de que "você precisa ser móvel para descobrir muitas coisas", pelo que as viagens podem influenciar e apoiar o fortalecimento de sociedades, combinando os melhores valores de comunidades africanas e tradições entre o mundo moderno.

Promovido pelo Ministério da Educação e a ADPP/Angola, o projecto envolveu 15 escolas de professores do futuro e como resultado no período 2013-2014, duzentos estudantes viajaram pela Namíbia, Botswana, Zimbabwe, Zâmbia, Tanzânia, Malawi, Moçambique e Angola.

No período seguinte, 2015-2016, o mesmo número de estudantes viajou principalmente por Angola, descobrindo a diversidade do país em aspectos como a cultura, línguas, história, geografia e economia.

As viagens requeriam um período de preparação em que consistia em estudar África, sua história e a África actual, bem como a prática do inglês, enquanto principal língua a utilizar.

Tornou possível as viagens por autocarro a paz em Angola e na região austral do continente.

Nestas viagens, os estudantes vivem com famílias locais em áreas rurais remotas e participam da vida da aldeia, o que permitiu, efectivamente, adquirir experiências que dão a perspectiva da vida e garante um alto valor para o professor do futuro.

Durante as jornadas, os estudantes realizaram visitas a fábricas, fazendas, hospitais, escolas, minas, entre outros lugares de trabalho e autoridades locais.

O projecto estabelece regras básicas para condução segura, entre as quais limite máximo de velocidade (50 km/hora), horário de condução (não fazê-lo entre às 18:00 - 06:00), entre outras normas.

O referido painel abordou igualmente os sub-temas: “Modelo Educativo Colonial e Pós-colonial - Fundamentos de um Modelo Educativo Africano,” “Necessidade de Refundação da Escola Actual- a Experiência do Mali” e “Formação de Adultos”.

“Educação por Investigação Continental em Países de África - Perspectivas de Desenvolvimento”, foi outro sub-tema apresentado no painel moderado pelo ministro Pinda Simão, que representa na trienal sobre educação o Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

No fórum, que hoje regista a Cimeira de Chefes de Estado, a delegação angolana é integrada igualmente pelo secretário de Estado da Educação, Narciso Benedito, o embaixador de Angola na Guiné-Bissau, Senegal e Gâmbia, Daniel Rosa, técnicos seniores do Ministério da Educação e diplomatas angolanos.

Assuntos Educação  

Leia também
  • 16/03/2017 13:58:35

    Zaire: Professores capacitados sobre metodologia de ensino

    Mbanza Congo - Trinta e cinco novos professores do nível primário ao II ciclo do ensino secundário, que ingressaram no sector da educação em 2016, no município do Tomboco, província do Zaire, beneficiam desde hoje, quinta-feira, de uma formação sobre metodologia de ensino e aprendizagem.

  • 15/03/2017 23:54:34

    Cuanza Norte: Docentes informados sobre o Cofre de Providência

    Ndalatando- Os Professores da Escola do Ensino Especial do Cuanza Norte foram esclarecidos quarta-feira, em Ndalatando, sobre o papel do Cofre de Providência para a classe docente, que visa conferir maior dignidade social aos profissionais.

  • 15/03/2017 18:35:00

    Município de Viana carece de três mil salas de aulas

    Luanda - Para albergar os cerca de 23 mil alunos que se encontram actualmente fora do sistema de ensino no município de Viana, a região carece de aproximadamente três mil salas de aulas, revelou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director local da Educação, Jacob Kahisso.