Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

06 Fevereiro de 2018 | 12h51 - Actualizado em 06 Fevereiro de 2018 | 12h51

Mercado informal regista grande procura de material escolar no primeiro dia de aula

Luanda - Nas primeiras horas do primeiro dia de aula do ano lectivo 2018, os mercados informais registam grande afluência de pais e encarregados de educação à procura de material escolar para os seus educandos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

aumenta procura por material Escolar (mercado do São Paulo)

Foto: Lino Guimarães

No mercado do Asa Branca, por exemplo, pais e encarregados deparam-se com uma ligeira subida dos produtos escolares, contrariamente ao que se registou nos meses de Dezembro de 2017 a Janeiro de 2018, obrigando a se fraccionar e sintetizar as compras devido ao fraco poder de compra, adquirindo, ao invés de embalagem de caderno, apenas algumas unidades em função do número dos filhos.

A embalagem de caderno de 4 e 6 unidades para estudantes do I e II ciclo estão ser comercializados de 2700 a 3000 kwanzas, enquanto um caderno considerado para 18 disciplinas está a ser vendido no valor de 3000 kwanzas.

As batas estão a ser comercializadas em torno dos 1500 a 2500 kwanzas ao contrário dos 500 kz a 1200 kwanzas praticados anteriormente.

A caixa de lapiseira de 50 unidades está a ser vendida a 1500 kwqanzas ao contrário dos 600 kwanzas de a 30 dias atrás.

No local foi possível aferir grandes quantidades de material escolar, desde livros, cadernos e outros conjuntos para todas as classes.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 03/02/2018 09:45:55

    Abertura do ano lectivo 2018 marca semana

    Luanda - A abertura do ano lectivo 2018, cuja cerimónia oficial teve lugar na província do Namibe marcou a semana de educação e cultura que hoje, sábado, termina.

  • 24/01/2018 11:16:38

    Sinprof aposta na negociação com entidade patronal

    Luanda - Para evitar a paralisação das aulas no princípio deste ano lectivo, com início previsto para Fevereiro, o Sindicato de Professores (Sinprof) aposta na negociação com o Ministério da Educação (MED) para a resolução das reivindicações dos filiados.

  • 23/01/2018 11:20:04

    Merenda escolar contribui no aumento da assimilação dos estudantes

    Luanda - A merenda escolar é um dispositivo destinado a suprir não apenas as carências alimentares dos alunos, mas cumpre com uma função pedagógica no processo de ensino e aprendizagem, afirmou o secretário de Estado para o Ensino Pré-escolar e Geral, Joaquim Cabral.