Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

06 Fevereiro de 2018 | 13h03 - Actualizado em 06 Fevereiro de 2018 | 14h32

Professores e alunos marcam presença nas escolas de Luanda

Luanda - Professores e alunos do ensino geral do município de Luanda marcaram hoje, terça-feira, presença razoável, no primeiro dia efectivo do inicio das aulas referente ao presente ano lectivo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Alunos regressam as aulas

Foto: Cortesia ,Manuel Zamba

O ano lectivo 2018 foi aberto dia  dois de Fevereiro, em cerimónia oficial na província do  Namibe orientada pelo Presidente da República de Angola, João Lourenço.    

Na manhã desta terça-feira diversos estabelecimentos de ensino do município registaram presença satisfatória de docentes e discentes, marcando, desta forma, o retorno das batas brancas as salas de aulas.

A professora da nona classe da escola do II ciclo Njinga a Mbande, na Ingombota, Maria Antónia, disse à Angop que apesar da presença “tímida” de alunos (70 por cento), 98 por cento do corpo docente da instituição fez-se presente para mais uma caminhada.

“Acredito que até a nas próximas horas se registe a presença de 100 por cento de alunos”, expressou, pedindo aos pais e encarregados de educação a enviar os seus educando à escola, uma vez que o ano já foi oficialmente aberto.

Para o director pedagógica da escola número mil 124 do primeiro  ciclo, no distrito da Maianga,  Edivaldo da Costa Gomes, o dia está a ser marcado por uma moldura humana satisfatória, quer por parte de professores quer dos alunos.

O mesmo cenário registou-se na escola número mil 108 do Rangel, que ainda assim pretende penalizar, com marcação de faltas, os ausentes.

Na Samba é visível  a presença de professores, alunos e até encarregados de educação ainda preocupados com a localização das salas dos seus educandos.

“Aproveito a oportunidade para apelar aos pais e encarregados de educação para o envio dos seus educandos, porque começaram as aulas para o ensino geral”, lembrou o encarregado de educação, Mendes Mário.

O calendário escolar  2018 do ensino geral prevê 51 semanas dividido em três trimestres.

Na província de Luanda estão matriculados dois milhões  291 mil e 217 alunos em escolas públicas, comparticipadas e privadas.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 05/11/2018 13:40:26

    MESCTI reitera aposta na qualidade

    Luanda - A melhoria da rede de Instituições de Ensino Superior (IES), o aumento de cursos e de graduados, bem como a qualidade do ensino ministrado, com o reforço da qualidade de mestres e doutores, foi hoje, segunda-feira, realçada como uma das apostas do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI).

  • 01/11/2018 08:39:31

    Relação família e escola factor de desenvolvimento integral da criança

    Luanda - O académico Álvaro da Costa apontou quarta-feira, em Luanda, a relação família e escola como factor de desenvolvimento integral da criança, por ser uma prática constante e adequada que facilita a aprendizagem dos alunos.

  • 01/11/2018 08:30:06

    Académica considera produção científica imprescindível ao crescimento social

    Luanda - A directora geral do Instituto Superior Politécnico Atlântida (ISPA ), Albertina Zacarias, defendeu quarta-feira, em Luanda, o incentivo à produção científica por ser um factor imprescindível para o crescimento sustentável de qualquer sociedade.

  • 29/10/2018 15:06:42

    Ensino Especial com olhos na igualdade de direitos

    Luanda - O Ministério da Educação (MED) promove, a partir de 2019, um conjunto de formação de professores apropriadas para o reforço do ensino especial orientando a inclusão escolar, de forma a viabilizar a sua aplicabilidade.