Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

03 Novembro de 2018 | 15h29 - Actualizado em 04 Novembro de 2018 | 14h46

Cooperação francesa realiza tournê "Eferveciências" em Angola

Luanda - Uma tournê de conferências-espectáculos académica realiza-se de 6 a 9 de Novembro, em quatro províncias do País, no âmbito do inovador projecto "Eferveciências" (Effervesciences), a ser ministrada pelo pesquisador francês Richard Eastes, numa iniciativa da cooperação francesa em Angola, soube hoje (sábado) a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Arte- Bandeira Angola e França

Foto: ANGOP

As quatro escolas Eiffel eleitas são instituições públicas do II ciclo do ensino secundário (da 10ª a 12ª classe), localizadas nas cidades de Caxito (Bengo), Ndalatando (Cuanza Norte), Malanje e Ondjiva (Cunene), inseridas no âmbito de um acordo assinado em 2008, entre o Ministério da Educação e a Cooperação Francesa, com vista a reforçar a componente do ensino no território nacional.

O programa é estabelecido pelo Ministério da Educação Nacional e são leccionadas disciplinas nas mais diversas áreas, nomeadamente, Matemática, Química, trabalhos práticos e do ensino de duas línguas estrangeiras (Francês e Inglês).

Na prática, os alunos irão colher experiências de Física e Química com conteúdos divertidos, que serão realizadas diante dos seus olhos. Estas experiências permitirão ensinar leis fundamentais destas disciplinas, segundo a fonte da organização.

O académico, que chega a 5 de Novembro em Luanda, é formado na conceituada Escola Normal Superior. Richard-Emmanuel Eastes é Doutor em Química, Ciências da Educação e Filosofia. Durante 15 anos, leccionou Química, Ciências Cognitivas e Comunicação na Ecolé Normale Supérieure de Paris (França).

Em seguida, dirigiu o Museu das Artes e das Ciências Pierre-Gilles de Gennes e uma alta escola de Pedagogia na Suíça. Fundador de diversas associações especializadas na cultura, científica e nas relações entre ciências e sociedades, criou o conceito de "palhaço de ciência", bem como as conferências experimentais “Effervesciences”.

Leia também
  • 05/02/2019 17:09:10

    Governo da Lunda Sul prioriza conclusão de escolas e unidades sanitárias

    Saurimo - O governo da Lunda Sul priorizar a conclusão, no primeiro trimestre deste ano, das obras de infra-estruturas escolares e sanitárias, com vista a reduzir a superlotação nas salas de aula e desafogar os hospitais.

  • 05/02/2019 12:12:29

    Mil e 500 alunos de Quipungo em novas salas de aula

    Quipungo - Mil e 500 alunos começaram, nesta terça-feira, a estudar em condições mais cômodas, no município de Quipungo, com a inauguração, na segunda-feira, de 15 novas salas de aula.

  • 01/02/2019 16:54:24

    Magistério primário introduz curso de ensino pré-escolar

    Mbanza Kongo - A escola de magistério primário "Daniel Mvemba", no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, vai neste ano lectivo contar, no seu plano curricular, com o curso de ensino pré-escolar, informou hoje, sexta-feira, o seu director, Mbalu Lukaya.

  • 01/02/2019 15:28:28

    Mediateca abre curso tecnológico para professores

    Huambo - Um curso tecnológico para professores começa a ser ministrado este mês na Mediateca da província do Huambo, com propósito de promover a literacia tecnológica dos educadores.