Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

04 Dezembro de 2018 | 13h28 - Actualizado em 04 Dezembro de 2018 | 15h47

MESCTI estuda incluir inovação e empreendorismo nos programas

Luanda - O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) estuda incluir a inovação e o empreendedorismo nos programas curriculares, de forma a reforçar-se a aplicação do conhecimento, anunciou hoje, terça-feira, o secretário de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos da Silva Neto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Domingos Neto, Secretário de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação

O responsável fez este pronunciamento durante um encontro com parceiros que teve como tema "A implementação do ecossistema de inovação e empreendedorismo no ensino superior".

Domingos da Silva Neto referiu que decorre, actualmente, o processo de harmonização curricular no ensino superior no país, considerando ser uma “boa oportunidade” para se incluir a inovação e empreededorismo, de forma a reforçar-se a aplicação do conhecimento e de tecnologia obtidos nos centros de saber, tanto na geração de novos produtos, como de novos negócios de base tecnológica, que são elementos-chaves para o desenvolvimento sustentável de qualquer economia.

“A aposta na criação ou no reforço de um ecossistema de inovação e empreendedismo no ensino superior em Angola é de inquestionável importância estratégica, tendo em atenção o potencial do ensino superior na condução de actividades de investigação científica e que está na base da competividade das economias modernas”.

Adiantou que, o  MESCTI tem um programa de promoção para a descoberta de talentos que se destacam ao longo deste tempo, com a criação de produtos e protótipos que não são absorvidos pelo sector produtivo e sociedade, mesmo depois de serem premiados internacionalmente os cientistas nacionais.

Assuntos Ciências   Educação  

Leia também
  • 04/12/2018 16:57:24

    Lubango terá nova escola do II ciclo

    Lubango - Uma escola com 23 salas, que vai servir o I e o II ciclos, para albergar 2.484 alunos, começou a ser construída hoje, no Lubango, província da Huíla, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.

  • 04/12/2018 13:50:04

    Mais de 200 estudantes angolanos formados em Marrocos desde 1990

    Rabat - Pelo menos duzentos estudantes angolanos foram formados em vários ramos em universidades marroquinas por intermédio da Agência Marroquina de Cooperação Internacional (AMCI) desde 1990.

  • 04/12/2018 13:49:07

    UOR desenvolve projectos sobre empreededorismo

    Luanda - A Universidade Óscar Ribas (UOR) está a desenvolver vários projectos sobre inovação e empreendedorismo, com vista a potencializar os estudantes universitários e a comunidade não universitária, com objectivo de absorver toda a sociedade civil em projectos inovadores, adiantou hoje, terça-feira, o reitor da instituição, Eurico Wongo Gungula.

  • 04/12/2018 13:39:00

    Especialista defende incentivo para empreendedorismo juvenil

    Luanda - O consultor angolano Clemente Oliveira Paulo advogou hoje, terça-feira, em Luanda, a necessidade da criação de plataformas de partilha de conhecimento e informação para o incentivo aos jovens à inovação e o empreendedorismo.