Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Julho de 2018 | 13h32 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 13h31

Candidatos a professores em Luanda podem repetir testes

Luanda - A ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, afirmou nesta quarta-feira que caso forem confirmadas as situações anómalas “graves” durante a realização das provas para o ingresso de novos professores em Luanda os testes serão anulados e repetidos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, durante provas no cuando cubango

De acordo com a governante, que falava à Televisão Pública de Angola (TPA) na província do Cuando Cubango, está à espera de dados concretos de Luanda para aferir o ponto de situação em relação as supostas anomalias observadas.

As provas de aptidão para o concurso público de educação foram realizadas nesta terça-feira (10) em todo país.

O Ministério da Educação tem disponíveis 20 mil vagas para suprir as necessidades do sector.

O MED vai contratar 8.675 professores para o ensino primário, 6.183 para o I ciclo, 540 bacharéis para as escolas do II ciclo e 4.602 licenciados.

Além dos candidatos formados nas escolas de formação de professores a nível médio e superior, o MED está a dar possibilidade a técnicos formados em outras áreas de concorrerem e serem contratados de acordo com as necessidades do sector.

As províncias com maior número de contratação de professores são Luanda (2.650), Huíla (1.584), Benguela (1.376), Huambo (1.372) e Cuanza Sul (1.414).

Setenta mil novos professores é a cifra que o país necessita para a cobertura total do sector adequando assim o rácio professor/aluno aos números aceitáveis.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 05/02/2019 14:48:22

    Salas "desertas" no primeiro dia de aulas

    Luanda - Várias escolas da província de Luanda registaram, na manhã desta terça-feira, um cenário de salas vazias e corredores "abarrotados", no primeiro dia de aulas do ano lectivo 2019.

  • 29/01/2019 07:57:29

    Banco Económico oferece 150 bolsas de estudo para ensino superior

    Luanda - Cento e cinquenta bolsas de estudo para o ensino superior, mais 50 em relação ao ano académico 2018, serão disponibilizadas este ano pelo Banco Económico, anunciou , nesta terça-feira, em Luanda, a instituição.

  • 28/01/2019 17:22:18

    Novos cursos do ISCED preenchem 1º dia de exames de admissão

    Luanda - Os cursos de Educação de Infância, com 40 vagas para o período regular, e Ensino Primário, com 100, sendo 40 para regular e 60 para o período pós-laboral, tiveram primazia, nesta segunda-feira, no primeiro dia de exames de acesso ao Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED).

  • 28/01/2019 17:18:08

    Legalizados 104 cursos superiores para o ano académico 2019

    Luanda - Cento e quatro cursos, dos 144 ilegais registados pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), em 2018, foram legalizados, informou, nesta segunda-feira, em Luanda, o secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Silva.