Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Julho de 2018 | 19h43 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 19h55

Conclusão do Pólo Universitário do Bengo previsto para este ano

Caxito - As obras de construção do Pólo Universitário da província do Bengo, paralisadas desde 2014, poderão ser concluídas ainda este ano afirmou hoje, quinta-feira, em Caxito, a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Vista parcial da infra-estrutura do Pólo Universitário do Bengo

Foto: Adão João Pedro

Maria do Rosário Sambo - ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação

Foto: Adão João Pedro

Em declarações à imprensa, no âmbito da sua visita de um dia à província do Bengo, Maria do Rosário Sambo, disse haver boas perspectivas para o pagamento do valor monetário em falta para se terminar a construção do pólo universitário da região, ainda este ano.

Disse que o Pólo Universitário da província do Bengo tem já uma execução na ordem de 78 porcento e os trabalhos estão paralisados devido o atraso no pagamento dos valores monetários.

Referiu que a infra-estrutura, antes concebida para acolher crianças, terá de ser adaptada para aulas teóricas e práticas do ensino superior.

Lembrou que a província do Bengo tem apenas uma instituição pública do ensino superior (Escola Superior Pedagógica), tendo sublinhado que no pólo universitário funcionará o Instituto Superior Politécnico do Bengo, a ser institucionalizado nos próximos tempos.

Informou que o Ministério do Ensino Superior, no quadro da reorganização da rede de instituições de ensino superior, trabalhará com o governo local para discutir os cursos técnicos que mais se adequam ao desenvolvimento da província do Bengo.

Sobre a entrada em funcionamento, nos próximos tempos, do Campus de Saúde da Universidade Católica de Angola, projecto lançado esse ano, a governante reconheceu que será uma mais-valia para a população da província do Bengo, que poderá ganhar um novo hospital, cursos de ciências da saúde e um centro de investigação.

Esse tipo de projectos, ressaltou, servem o interesse do Governo, no âmbito das parcerias com instituições privadas.

O Pólo Universitário da Província do Bengo ocupa uma área de 500 mil metros quadrados, tem seis blocos, com uma escola com 16 salas de aula, 10 salas de artes e ofícios, 64 quartos, área administrativa, biblioteca, refeitório, ginásio, igreja, casa do director, campo de futebol, três campos polivalentes, entre outros espaços.

Durante a sua vista, a ministra teve um encontro com a governadora provincial do Bengo, Mara Quiosa, deslocou-se ao espaço onde será construído o futuro Campus de Saúde da Universitário Católica de Angola, na localidade do Sassa Cária, e à Escola Superior Pedagógica do Bengo.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também
  • 10/01/2019 11:47:24

    Mais de 20 mil vagas disponíveis no ensino geral no Bengo

    Caxito - Vinte e seis mil 822 vagas estão disponíveis no ensino geral, na província do Bengo, para o ano lectivo 2019, mais de 10 mil novos alunos em relação ao ano anterior.

  • 07/01/2019 21:16:48

    Mil 150 vagas para o ensino superior na província

    Caxito - As duas únicas instituições do ensino superior na província do Bengo (uma pública e uma privada) disponibilizam para o presente ano lectivo um total de 1.150 vagas.

  • 05/01/2019 04:52:53

    Mais de 900 vagas para as escolas do 2º ciclo no Dande

    Caxito - Novecentas e trinta e três vagas estão disponíveis, nas quatro escolas do 2º ciclo do ensino secundário existentes no município do Dande, província do Bengo.

  • 13/12/2018 18:04:22

    Alunos do ensino especial do Bengo ganham complexo escolar

    Caxito - Um complexo escolar do ensino especial, com capacidade de albergar 800 alunos com necessidades educativas especiais, foi inaugurado hoje, quinta-feira, na localidade da Açucareira, município do Dande, província do Bengo, pela presidente da Fundação Lwini, Ana Paula dos Santos.