Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

26 Agosto de 2018 | 15h44 - Actualizado em 26 Agosto de 2018 | 15h44

Cuando Cubango: Província ganha mais de 200 licenciados em diversos domínios

Menongue - Duzentos e vinte e três finalistas da Universidade Cuito Cuanavale, no Cuando Cubango, foram outorgados na última sexta-feira com diplomas de diversos cursos, depois de uma formação de cinco anos, naquela instituição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Trata-se de 107 finalistas formados em Biologia, 53 em Matemática, 43 em enfermagem, e 20 na especialidade de Informática e Gestão.

Numa cerimónia decorrida na sala de sessões da zona turística Kambumbe Lodge, arredores da cidade de Menongue, a vice-governadora do Cuando Cubango para o sector político, social e económico, Sara Luísa Mateus, sublinhou que a mesma é significativa para a vida de cada um dos habitantes locais, pela abrangência pessoal, social e académica.

Afirmou que o acto representa também um ganho da paz e uma prova de preocupação do Executivo com a formação superior e de qualidade para os cidadãos.

“Aliás, as universidades, para além de constituírem espaços próprios para a aquisição de ferramentas técnicas e científicas que granjeiam aos universitários a possibilidade de contribuírem com as suas competências no desenvolvimento do país, nas suas variadas facetas constituem um espaço do exercício consciente da democracia e de preservação do princípio da unidade nacional”, destacou.

Para a vice-governadora, a convivência pacífica e harmoniosa entre os docentes e dissentes provenientes de todos os cantos do país, constitui o reflexo inquestionável do suporte da unidade nacional, através da universidade.

Recordou que a Universidade Cuito Cuanavale tem como missão formar quadros técnicamente qualificados e competentes, capazes de darem o seu contributo na ingente tarefa de transformar Angola numa Nação cada vez mais próspera e produtiva.

Sara Luís Mateus solicitou a conjugação de esforços entre todas as forças vivas do Cuando Cubango e, sobretudo os funcionários, docentes e administradores locais da academia do saber,  primando pela responsabilidade e sentido de missão no desempenho das suas funções.

Na ocasião, aconselhou os diplomados para cultivarem o espírito patriótico, para que possam responder positivamente quando chamados a prestar contributo em qualquer parte da província.

O acto foi presenciado por membros do governo provincial, da direcção da universidade, docentes, estudantes, familiares dos diplomados, entre outros convidados.

Leia também
  • 04/11/2018 08:19:19

    Cuanza Norte: Insuficiência de docentes pode condiciona entrada de novos estudantes

    Ndalatando - O reduzido número de docentes na Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte pode condicionar a entrada de novos estudantes na instituição, no ano lectivo de 2019.

  • 01/11/2018 16:22:25

    Ensino Superior reformula estruturas de regiões académicas

    Luanda - O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação vai, nos próximos tempos, proceder a reformulação das regiões académicas, passando pela reestruturação e fusão de determinadas instituições de ensino superior.

  • 31/10/2018 18:15:54

    Ministra defende mais cooperação entre instituições académicas

    Luanda - A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, advogou hoje, quarta-feira, em Luanda, a necessidade das instituições académicas do país colaborarem mais entre si e com outros órgãos estrangeiros ligados à ciência.

  • 30/10/2018 20:07:40

    Inaarees detecta documentos falsos de médicos

    Luanda - O Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (Inaarees) detectou, recentemente, sete processos de estudos em Medicina falsos, sendo seis declarações definitivas e uma provisória.