Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

30 Agosto de 2018 | 16h47 - Actualizado em 30 Agosto de 2018 | 16h47

Responsável quer abordagem das autárquias no ensino superior

Benguela - A necessidade de inserção nas instituições de ensino superior de temas relacionados com a governação autárquica, no que tange à transferência do poder local ao cidadão, foi advogada hoje, quinta-feira, pelo vice-governador para área Técnica de Benguela, Leopoldo Muhongo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Leopoldo Muhongo, Vice-governador provincial para área técnica e infra-estruturas de benguela

Foto: Francisco Miudo

Segundo o responsável, que falava na abertura das IX jornadas Cientifico Pedagógicas do Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) da província de Benguela, disse ser preciso existir maturidade suficiente para os momentos que se avizinham, referindo-se a realização das eleições autárquicas em 2020.

Valorizou o papel “pioneiro” desempenhado pelo ISCED de Benguela na formação qualitativa de quadros, visando melhorar a sua inserção e responsabilidade na sociedade.

“Precisamos comunicar bem o que de facto são as autarquias, com visões políticas, económicas e sociais, tendo em vista o melhoramento das condições de vida das pessoas, realçando a importância do cidadão tornar-se um agente activo, para que uma autarquia possa funcionar de forma realista”, ressaltou.

Para si, o conhecimento baseado em teses científicas deve igualmente estar aliado ao factor “saber fazer” como determinante para gerar o desenvolvimento sustentável que o país almeja alcançar.

Destacou a importância da realização das IX jornadas Científico Pedagógicas do ISCED, que decorrem sob o lema “A responsabilidade social da Universidade num contexto de Governação Autárquica”, augurando que os resultados possam traduzir-se numa acção social mais efectiva, oferecendo valências para as comunidades.

Por outro lado, a decana do ISCED Benguela, Maria Mendes, considerou que as instituições de ensino devem observar elevados padrões de desempenho, para alcançarem a qualidade, a excelência, mérito e a inovação no que tange à formação de professores.

Apontou como desafiante tal desiderato, porquanto, a sociedade do futuro, em grande medida, será resultado da actuação do docente, bem como da sua valorização pela sociedade.

Referiu que o evento surge como resposta a várias preocupações levantadas na edição de 2017, centradas principalmente na necessidade de se criar um espaço em que se produzam soluções para os problemas da sociedade.

O encontro, com a duração de dois dias, reúne professores, investigadores, estudantes, responsáveis de diferentes instituições públicas e privadas, que debatem temas como “Educação Ambiental e Desenvolvimento Local ”, “Harmonização Curricular e Sistemas de Créditos”, “Currículos e Políticas Educativas e Avaliação Institucional”.

A realização de uma mesa redonda com o tema “Currículo, Formação de Professores e Avaliação”, está igualmente prevista para a jornada, que tem como principais moderadores os mestres da referida instituição, Joaquim Quitembo, Augusto Ezequiel Afonso, Celestino Valente, Tuca Manuel, entre outros académicos.

Leia também
  • 19/10/2018 15:39:52

    Redução da merenda em Benguela contribui no insucesso escolar

    Benguela - A diminuição do número de alunos a beneficiarem de merenda escolar nos últimos três anos, no município de Benguela, de 24 mil (2016) para mil e 500 no presente ano lectivo, devido a crise económica que o país vive, tem contribuído para o aumento do insucesso escolar nesta região.

  • 13/10/2018 23:54:31

    Fórum da Educação quer posto de socorros para casos de desmaio em escolas do Lobito

    Lobito - A necessidade da criação de postos de primeiros socorros para os casos de desmaios em massa que afectam alunos de várias escolas primárias e secundárias da cidade do Lobito, província de Benguela, é uma das recomendações do Fórum Municipal da Educação, que encerrou neste fim-de-semana.

  • 11/10/2018 20:35:20

    Sinprof quer tempo de serviço em consideração no novo estatuto

    Benguela - O presidente do Sindicato Nacional dos professores (Sinprof), Guilherme Silva, afirmou hoje, quinta-feira, nesta cidade, que a instituição não vai aceitar a "imposição"do ministério da Educação sobre a transição para o novo Estatuto da Carreira Docente, sem considerar o tempo de serviço dos docentes.

  • 10/10/2018 13:21:21

    Sindicalistas apoiam unificação do regime remuneratório da função pública

    Benguela - Os membros da direcção executiva da Federação dos Trabalhadores da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social de Angola apoiam a intenção do governo de unificar a estrutura indiciária no regime remuneratório da função pública, afirmou hoje, em Benguela, o seu secretário para a informação, Marcial Ludivino.