Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

07 Setembro de 2018 | 14h12 - Actualizado em 07 Setembro de 2018 | 14h12

Falta de subsídios reduz número de alfabetizadores no Cazenga

Cazenga - A falta de subsídios e condições dignas de trabalho para os alfabetizadores obrigou ao encerramento de algumas salas do ensino de adultos, no município do Cazenga, em Luanda, disse a responsável do sector, Amélia Victoriano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Aula de Alfabetização (Arquivo)

Foto: Angop

De acordo com a responsável, que falava a propósito do 8 de Setembro, Dia Mundial da Alfabetização , a desmotivação provocou a redução do número de professores do ensino de adultos.

O município do Cazenga trabalha, actualmente, com 169  professores no projecto " Sim Eu Posso", quando anteriormente contavam com 310 profissionais para os seis distritos urbanos.

Para o presente ano lectivo, segundo Amélia Victoriano, estão inscritos  909 alunos para a primeira fase e 521 alfabetizandos na segunda fase, devendo de  quadro em quatro meses os alunos serem avaliados.

Explicou que o módulo um corresponde a 1ª e 2ª classes, modulo dois a 3ª e 4ª classes e o módulo três condiz a 5ª e 6ª classes. No módulo três o  aluno com bom aproveitamento transita para  a 7ª classe do ensino regular.

A responsável disse que em 2019, o Cazenga  vai arrancar com o modulo quatro do projecto " Sim eu posso".

O Cazenga é um dos sete municípios que constituem a província de Luanda e tem 41,2 quilómetros quadrados e 862 351 de habitantes (Censo 2014). Limita a Oeste com os municípios de Luanda, a Norte com o município de Cacuaco a este com o município de Viana e a Sul com o Kilamba Kiaxi.

Cazenga conta com os distritos urbanos do Tala-Hadi, Hoji ya Henda, Cazenga, 11 de Novembro  Kima-kieza e Calawenda.

 

Leia também
  • 06/09/2018 22:04:28

    ISCED deve adoptar estratégias de formação integrada

    Luanda - Os Institutos Superior de Ciência de Educação (ISCED) devem atribuir agregação pedagógica aos quadros licenciados em outras áreas do saber, no âmbito de uma estratégia de formação mais integrada recomendou esta quinta-feira, em Luanda, o secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio da Silva.

  • 06/09/2018 16:59:01

    Inserção da língua Kikongo dinamiza processo de alfabetização

    Mbanza Kongo - Um universo de quarenta e três mil e 889 cidadãos adultos aprenderam a ler e escrever no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, nos últimos seis anos, êxito atribuído à inserção da língua nacional Kikongo no processo de alfabetização.

  • 05/09/2018 19:25:12

    Mais de quatro milhões de angolanos continuam sem saber ler e escrever

    Luanda - A ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, disse hoje, quarta-feira, em Luanda, que mais de quatro milhões de angolanos, com idades compreendidas entre os 15 e os 35 anos de idade, continuam sem saber ler nem escrever.