Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Setembro de 2018 | 15h18 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 15h18

Educação promove auscultação pública da proposta da política do livro escolar

Moçamedes - A proposta da política do livro escolar foi submetida hoje, terça-feira, à consulta pública pelo Gabinete de Educação no Namibe, num encontro de auscultação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A implementação da política do livro poderá revolucionar os aspectos fundamentais relacionados com a melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem

A proposta da política do livro escolar, que dentre outros objectivos, visa regular a elaboração, edição, avaliação e certificação, escolha, produção, distribuição, vigilância, utilização e preservação do livro escolar.

O projecto via ainda garantir a utilização do livro escolar como instrumento do processo de realização ampliação e aprofundamento da estrutura cognitiva do aluno, incluindo a dimensão educativa, instrutiva e desenvolvimentista da pessoa humana.

Essa iniciativa vai contribuir para melhoria da qualidade da educação, através dos critérios objectivos de selecção do melhor livro dentre os concorrentes, bem como promover o hábito de leitura, respeito pelo livro e a sua reutilização.

A Política do Livro Escolar vai abranger os manuais de todas as modalidades e dos subsistemas de educação Pré-escolar, Ensino Geral, Formação de Professores, Técnico-Profissionais e Educação de Adultos, que serão de utilização obrigatória nas instituições de ensino públicas, particulares e comparticipa.

No acto de abertura do encontro de auscultação, o director provincial do Gabinete da Educação no Namibe, Valério Arcanjo, salientou que o Ministério da Educação pretende promover  a criatividade dos alunos na leitura e para tal há toda necessidade do apoio incondicional dos professores, pais e encarregados de educação para que o mesmo tenha êxito.

Na ocasião, o director geral do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento da Educação, Manuel Afonso, disse que o fundamental neste encontro é auscultar os parceiros do sector da educação e juntos encontrar contribuições que poderão ajudar a melhorar este instrumento tão importante na educação, o gosto pela leitura.

“Este encontro visa somente recolher contribuições que poderão enriquecer o nosso documento e para que ele tenha uma boa apresentação e ajudar na melhoria da qualidade do sistema educativo no país através dos critérios de selecção do melhor livro dentre os concorrentes”, acrescentou.

Participam neste encontro directores das escolas do I e II ciclo secundário e convidados.

 

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 05/02/2019 15:49:02

    Encarregados comparticipam no salário dos protectores escolares

    Moçâmedes - Pais e encarregados de educação, directores e coordenadores escolares vão comparticipar, a partir deste ano lectivo, no pagamento do salário dos protectores escolares (guardas) e auxiliares de limpeza, na província do Namibe.

  • 05/02/2019 15:17:52

    Curso de Administração Local e Autarquias começa com 35 alunos

    Moçâmedes- Trinta e cinco estudantes estão matriculados no primeiro ano do curso de Administração Local e Autarquias no Instituto Médio de Administração e Gestão do Namibe, anunciou, nesta terça-feira, o director da instituição, Alfredo Capitango de Lúcio.

  • 11/01/2019 14:42:45

    Instituto de Saúde no Namibe com 120 vagas para dois cursos

    Moçâmedes - Cento e vinte vagas estão disponíveis para os estudantes da 10ª classe, no Instituto Politécnico de Saúde, nos cursos de nutrição e estomatologia no município de Moçâmedes, província do Namibe.

  • 10/01/2019 15:40:57

    Academia de Pescas do Namibe com 320 vagas para 2019

    Moçâmedes - Trezentos e e vinte vagas estão disponíveis na Academia de Pesca e Ciências do Mar do Namibe para ano académico 2019, anunciou, nesta quinta-feira, a coordenadora da Comissão de Gestão da instituição, Carmem dos Santos.