Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Setembro de 2018 | 15h26 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 15h26

Investigação Científica melhora qualidades académicas

Moçâmedes - O director do Instituto Médio Técnico de Administração e Gestão do Namibe (IMTAGN), Alfredo Capitango de Lúcio, destacou hoje, quarta-feira, o contributo da investigação científica no desenvolvimento de valores, assim como nas qualidades dos conteúdos académicos que tem contribuído bastante para um ensino de excelência na província.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Alfredo Capitango de Lúcio, que falava durante o acto de abertura das XI jornadas técnico-científicas e pedagógicas   sob lema “ por uma aprendizagem significativa, promovamos o conhecimento cientifico em prol do desenvolvimento local”,   realçou que a  investigação científica é a base de desenvolvimento de qualquer país, pois incentiva e galvaniza os docentes  e estudantes a partirem para ideias inovadoras  e  a preparação para os desafios do ensino superior.

Salientou que durante as jornadas, os participantes vão abordar temas ligados aos negócios, à poupança de finanças, ao comércio, custos de oportunidades, o recrutamento, as politicas de exclusão, contabilidade e gestão como factor de estabilidade, o insucesso escolar e suas causas e a  Internet na vida quotidiana.
 
Justificou que as jornadas têm como objectivo demonstrar a sociedade os parâmetros para a cultura da investigação cientifica, estimular o espírito de pesquisa na comunidade docente e discente, proporcionar  momentos de apresentação e divulgação dos resultados cientifica e desenvolver valores e qualidades académicas dentre outras finalidades.

Apelou aos estudantes no sentido de consultarem as bibliotecas e primarem para a leitura e   investigação que possam, no futuro, contribuir  em prol do desenvolvimento do país e responder aos desafios do mundo actual.

O director lamentou ainda o facto de que durante o primeiro semestre do presente ano lectivo 76 estudantes tenham desistido nesta instituição escolar, dos mil e 75 matriculados, e que preferiram aderir as escolas mais próximas como as implantadas na centralidade do 5 de Abril.

Fez saber ainda que a instituição carece de mais 12 professores para se juntarem aos 88 já existentes, de forma a cobrir lacunas nas disciplinas de inglês, prática do secretariado, contabilidade financeira e matemática.

A escola conta com 88 professores e ministra os cursos de administrativas finanças, contabilidade, administração pública, comercio, informática de gestão, o secretariado e gestão dos recursos humanos.

 

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 05/02/2019 15:49:02

    Encarregados comparticipam no salário dos protectores escolares

    Moçâmedes - Pais e encarregados de educação, directores e coordenadores escolares vão comparticipar, a partir deste ano lectivo, no pagamento do salário dos protectores escolares (guardas) e auxiliares de limpeza, na província do Namibe.

  • 05/02/2019 15:17:52

    Curso de Administração Local e Autarquias começa com 35 alunos

    Moçâmedes- Trinta e cinco estudantes estão matriculados no primeiro ano do curso de Administração Local e Autarquias no Instituto Médio de Administração e Gestão do Namibe, anunciou, nesta terça-feira, o director da instituição, Alfredo Capitango de Lúcio.

  • 11/01/2019 14:42:45

    Instituto de Saúde no Namibe com 120 vagas para dois cursos

    Moçâmedes - Cento e vinte vagas estão disponíveis para os estudantes da 10ª classe, no Instituto Politécnico de Saúde, nos cursos de nutrição e estomatologia no município de Moçâmedes, província do Namibe.

  • 10/01/2019 15:40:57

    Academia de Pescas do Namibe com 320 vagas para 2019

    Moçâmedes - Trezentos e e vinte vagas estão disponíveis na Academia de Pesca e Ciências do Mar do Namibe para ano académico 2019, anunciou, nesta quinta-feira, a coordenadora da Comissão de Gestão da instituição, Carmem dos Santos.