Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Outubro de 2018 | 15h29 - Actualizado em 12 Outubro de 2018 | 15h28

Lar de estudantes de Oncócua com dificuldades para atender crianças

Oncócua - O Lar de estudantes de Oncócua, que acolhe 32 crianças dos oito aos 16 anos de idade, situado a 333 quilometro da cidade de Ondjiva, necessita de alimentação, vestuário, roupa de cama e energia eléctrica.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Lar dos Estudantes do Oncócua - Curoca

Foto: José Cachiva

A falta dos referidos meios tem criado constrangimentos à instituição e aos próprios estudantes, que optam por abandonar o lar e refugiam-se na Namíbia à procura de melhores condições.

O lar, que começou a sua actividade este ano lectivo de 2018, contava com 52 crianças matriculadas 52 crianças, mas devido as dificuldades 10 estudantes do sexo feminino tiveram que ser devolvidas ao seio familiar e outras 10 desistiram.

O responsável da instituição, Feliciano João Kamundongo, que falava à imprensa à margem de uma visita do governador do Cunene, Virgílio da Ressurreição Tyova, esclareceu que, devido as práticas culturais, as crianças são assediadas pelos familiares para trabalhar em fazendas agropecuárias na Namíbia e no final do mês ter um rendimento.

“Muitas crianças internas estão sem roupas para vestir e enfrentam dificuldades em termos alimentares, pois são de famílias muito humildes, sem condições, e o lar não dispõe de verbas para comprar”, lamentou.

O governador do Cunene, Virgílio Tyova, enalteceu a criação da infra-estrutura para acolher crianças de famílias vulneráveis do meio rural  para inseri-las no sistema de ensino.

O governo vai traçar mecanismos para encontrar soluções sustentadas que permitam com que os estudantes tenham a assistência necessária, sobretudo em termos de assistência alimentar.

Durante a visita o governante ofereceu produtos alimentares  ao internato, a fim de minimizar a carência actual.

Leia também
  • 06/10/2018 18:33:45

    Mais de 300 professores sem salário no Cunene

    Ondjiva - Trezentos e seis professores da província do Cunene, estão sem receber seus salários há sete meses, desactivados do sistema financeiro por alegada irregularidade da efectividade.

  • 02/10/2018 08:26:44

    Dificuldades financeiras condicionam expansão do ensino especial no Cunene

    Ondjiva - A expansão do ensino especial aos cinco municípios da província do Cunene, previsto para o ano em curso, foi adiado para 2019, devido as dificuldades financeiras, informou hoje, sexta-feira, em Ondjiva, a responsável pelo subsistema, Lúcia Txiuissa.

  • 26/09/2018 11:30:20

    Efectivos da polícia dotados de técnicas metodológicas de ensino

    Ondjiva - Sessenta e três agentes da polícia nacional na província do Cunene participam desde terça-feira, em simultâneo nos seis municípios, num seminário sobre técnicas metodológicas de ensino de adulto, para trabalharem como alfabetizadores no módulo I gostar ler e escrever.