Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

10 Janeiro de 2019 | 16h21 - Actualizado em 10 Janeiro de 2019 | 18h03

Instituto Superior Politécnico de Malanje carece de docentes

Malanje - O Instituto Superior Politécnico da província de Malanje (ISPM) conta apenas com 66 docentes, apesar da instituição precisar de 128 professores para o seu pleno funcionamento, situação que tem impedido a entrada de mais estudantes nesta unidade de ensino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Essa informação foi avançada hoje, quinta-feira, à Angop, pelo director-geral do ISPM, Eduardo Valentim, durante a vista do vice-governador provincial para o sector Político, Económico e Social de Malanje, Domingos Eduardo, ao instituto, tendo referido que dos 66 docentes, apenas sete são efectivos, 31 estrangeiros e 28 colaboradores.

Por falta de professores, frisou, o ISPM, a semelhança dos anos anterior, tem disponíveis somente 250 vagas, sendo 60 para o curso de Enfermagem, 40 para Ciências Farmacêuticas e 150 para a especialidade de Psicologia Clínica.

Salientou ainda que a instituição debate-se igualmente com dificuldades de equipamentos e reagentes de laboratórios, principalmente para o de Química, assunto que o instituto prevê solucionar ainda este ano.

Segundo o director, o ISPM tem sido rigoroso no critério de admissão de candidatos para poder formar técnicos qualificados que correspondam às exigências do mercado de trabalho.

Por sua vez, Domingos Eduardo disse que o governo local vai apoiar o ISPM no sentido de reduzir as suas dificuldades e poder formar técnicos capazes de ajudarem no processo de desenvolvimento da província de Malanje, em particular, e do país, em geral.

Exortou às instituições de ensino superior a primarem por uma formação de alta qualidade e participarem mais na resolução dos problemas da comunidade, através da criação de projectos exequíveis.

O ISPM existe há 7 anos e já formou mais de 300 licenciados em Enfermagem e Ciências Farmacêuticas.

Leia também
  • 04/02/2019 23:26:07

    Munícipes de Quiculungo beneficiam de escola primária

    Ndalatando- Os habitantes da sede municipal de Quiculungo, província do Cuanza Norte, beneficiaram de uma escola do ensino primário, inaugurada segunda-feira no âmbito das comemorações dos 58 anos do início da luta armada de libertação nacional.

  • 30/01/2019 16:08:50

    Sindicato defende valorização do tempo de serviço dos agentes da educação

    Huambo - A luta pela valorização do tempo de serviço, após transição do estatuto de agentes da educação, constitui um dos principais desafios do Sindicato dos Trabalhadores da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social (STECDCSH) para 2019.

  • 25/01/2019 14:13:39

    Município de Lucala necessita de 45 novas salas de aula

    Lucala - O município do Lucala, localizado a 34 quilómetros a leste de Ndalatando, província da Cuanza Norte, necessita de 45 novas salas de aula para mil e 525 crianças.

  • 24/01/2019 16:07:28

    Gestores escolares preocupados com falta de segurança

    Saurimo - Os gestores escolares da província da Lunda Sul, manifestaram-se, nesta quinta-feira, em Saurimo, preocupados com a falta de segurança nas instituições escolares, uma situação que deve ser resolvida pelas entidades de direito.