Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Fevereiro de 2019 | 20h01 - Actualizado em 12 Fevereiro de 2019 | 20h01

Estudantes exigem enquadramento na escola da Vida Pacífica

Luanda - O Movimento de Estudantes Angolanos (MEA) anunciou, nesta terça-feira, a realização de várias manifestações, em Luanda, para exigir o enquadramento dos candidatos não admitidos na Escola da Vida Pacifica, no Zango Zero, município de Viana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Na base dos protestos, que se iniciaram segunda-feira última como pelo menos 200 jovens, defronte à referida escola, está uma suposta falta de transparência no processo de inscrição e admissão de alunos.

Os manifestantes dizem ter havido critérios duvidosos e casos de suborno em todo o processo para o preenchimento das vagas no presente ano lectivo, cujas aulas se iniciaram há uma semana.  

Em declarações à Angop, o presidente da MEA, Francisco Teixeira, disse que as informações de que dispunha apontavam para mais de sete mil vagas disponíveis na instituição este ano.

Entretanto, o director do Gabinete Provincial de Educação, Narciso Benedito, informou a esse respeito, aquando da recente visita da titular da pasta à escola da Vida Pacífica, que estavam matriculados, para o ano lectivo 2019, quatro mil e 820 alunos.

Indicou que mil e 310 são do ensino primário, mil e 890 do I Ciclo e mil e 620 do II Ciclo.

Em face das supostas irregularidades no processo de inscrição dos alunos, o presidente da MEA fez saber que vão recorrer junto da ministra da Educação, Cândida Teixeira, para resolver o problema.

A Angop contactou a directora municipal da Educação de Viana, Madalena Massocole, que disse tratar-se de um assunto da competência das autoridades provinciais.

Contactos feitos nesta terça-feira, com a direcção da escola e com a Direcção Provincial da Educação, para clarificar a questão, resultaram em insucessos.

A Urbanização Vida Pacífica, implantada na zona sul do município de Viana, conta com dois mil 464 fogos habitacionais, distribuídos por 22 edifícios.

O município de Viana, que dista 20 quilómetros do centro da cidade capital, é composto pelos distritos urbanos de Vila Flor, Zango, Baia, Kicuxi, Estalagem, Vila Sede, além da comuna de Calumbo.

Assuntos Educação  

Leia também
  • 12/02/2019 15:09:45

    Executivo aposta na melhoria da formação técnico profissional

    Uíge - O coordenador-adjunto da Unidade Técnica de Gestão do Plano Nacional de Formação de Quadros da Presidência da República, Gildo Matias, defendeu, nesta terça-feira, na cidade do Uíge, a necessidade de se melhorar a formação técnico profissional média especializada com competências e quadros adequados ao momento de desenvolvimento sócio - económico do país.

  • 12/02/2019 14:08:42

    Investimento assegura desenvolvimento do aluno

    Luanda - O investimento na formação de professores, nos mais variados domínios, é fundamental por assegurar o desenvolvimento integral do aluno e o conduzir para o bilinguismo consciente e perfeito, afirmou a ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira.

  • 12/02/2019 12:25:09

    Instituto Superior Politécnico regista excesso de notas positivas

    Huambo - Ao contrário da Faculdade de Ciências Agrárias, em que todos os candidatos reprovaram por não conseguirem positivas no exame de acesso, no Instituto Superior Politécnico do Huambo houve quem não foi admitido mesmo tendo obtido nota positiva.