Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

18 Fevereiro de 2019 | 12h44 - Actualizado em 18 Fevereiro de 2019 | 12h44

Angolano defende tese de doutoramento sobre política externa

Roma - O estudante angolano Bento Lukunde defendeu recentemente a tese de doutoramento sobre “A política externa de Angola durante o conflito e pós-conflito", na Universidade de Estudos de Nápoles LOrientale, especializada em assuntos de Ásia, África e Mediterrâneo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A tese, oferecida hoje à embaixada de Angola em Itália, teve como objectivo principal a análise da  estratégia angolana no continente Africano numa perspectiva histórica, com base no  método de pesquisa qualitativa. 

Segundo o autor, o seu estudo seguiu um percurso específico baseado em  três vertentes, nomeadamente o passado histórico de Angola como pano de fundo da sua projecção, e ao que chamou de  estratégia diplomática hard  em relação a  África e à estratégia diplomática soft  com o resto do mundo.  

“O estudo do passado histórico, como background da projecção política angolana, serviu, por um lado, para compreender o comportamento e a identidade de Angola de hoje, e por outro as suas perspectivas em África e no mundo, refere Bento Lukunde. 

Quanto à vertente que o autor denomina de estratégia diplomática hard, com referência à segurança militar, como garante do crescimento económico, da democracia e dos direitos humanos, a tese examina de modo transversal o relacionamento  político-diplomático multilateral de Angola com as organizações como  ONU, União Africana, SADC, CEAC, a Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL), o Golfo da Guiné, os PALOP, a CPLP, e bilateral  com alguns  Estados africanos.

Sobre a estratégia diplomática soft, com foco na diplomacia económica,  o estudo  analisa a competitividade do Estado angolano em matéria do fluxo dos investimentos estrangeiros no país, no âmbito da diversificação da economia, e o diálogo com as potências mundiais, de modo a  colocar Luanda no centro dos interesses globais.

De acordo com o estudante, o  estudo de três anos serviu para compreender e obter os resultados das acções da  política externa, desde 2002, de uma Angola que se propõe influenciar a política continental, para depois engajar-se com  o Ocidente em pé de igualdade. 

Assuntos Angola  

Leia também
  • 16/02/2019 08:49:02

    Centro Cultural Brasil-Angola promove abordagem sobre harmonização curricular

    Luanda- O processo de reestruturação e de harmonização ciurricular do ensino da língua portuguesa pelo governo brasileiro no continente africano junta de 18 a 22 deste mês, em Luanda, directores e professores de todos os centros culturais nos PALOPs.

  • 14/02/2019 15:03:39

    Ensino superior com mais de 700 novos docentes

    Luanda - Setecentos e setenta e nove professores, entre estagiários, assistentes e auxiliares, serão enquadrados no sistema de ensino superior público no presente ano académico, anunciou, nesta quinta-feira, em Luanda, o director dos Recursos Humanos do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Alfredo Buza.

  • 11/02/2019 19:35:13

    Escolas "decretam" tolerância zero ao assédio

    Luanda - É senso-comum que a escola é um espaço para ensinar e aprender. Pelo menos em teoria é assim. Porém, na vida, muitos cidadãos usam esse espaço de interacção social, em Angola, para o alcance de outros objectivos inconfessos, como o assédio sexual.