Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

04 Novembro de 2019 | 13h02 - Actualizado em 04 Novembro de 2019 | 13h02

Alunos na Lunda Sul proibidos de levarem mochilas

Saurimo - Os alunos do primeiro e segundo ciclo de ensino das escolas de Saurimo foram proibidos, nesta segunda-feira, pelo Gabinete Provincial da Educação da Lunda Sul, de levarem pastas e mochilas às escolas, uma medida para se evitar a entrada de objectos cortantes e substâncias tóxicas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Gabinete da educação proíbe alunos levarem mochilas às escolas

Foto: JOAQUINA BENTO

Pretende-se, com esta estratégia, combater as constantes movimentações de pessoas não autorizadas nos recintos escolares e garantir a segurança dos alunos e professores nas escolas.

Em declarações à imprensa,  o director do Gabinete Provincial da Educação da Lunda Sul, Perfeito Candondolo, explicou que os alunos levam consigo facas, drogas e outras substâncias, colocando, muitas vezes, em risco, a segurança e a vida dos utentes dos estabelecimentos de ensino.

Sublinhou que a decisão é interna e durará, numa primeira fase, seis meses para se avaliar o grau de segurança, e na segunda, logo que se contratarem seguranças escolares, far-se-á revistas para alunos que carregarem mochilas.

Perfeito Candondolo afirmou que a o Gabinete Provincial da Educação está a trabalhar com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), para encontrar os estudantes e encarregados que há duas semanas vandalizaram duas escolas.

O município de Saurimo conta com 156 escolas, onde estudam 133 mil e 723 alunos. Mil e quinhentos e vinte três professores garantem o processo a 54 mil 374 crianças de 54 escolas do ensino primário.

Leia também
  • 28/10/2019 12:49:48

    Professores avaliam capacidade emocional do aluno

    Luanda - Duzentos professores do ensino primário vão poder, dentro de três meses, avaliar a capacidade emocional do aluno em sala de aulas, fruto de uma ferramenta lançada hoje (segunda-feira), em Luanda, denominada "Teach".

  • 26/10/2019 14:56:20

    Vandalização de escola afecta conclusão do ano lectivo

    Saurimo - Cinco mil e 300 alunos da Escola Primária n.º 14 do bairro Candembe, município de Saurimo (Lunda Sul), correm o risco de perder o ano lectivo, por motivo de terem vandalizado a infra-estrutura escolar, bem como destruído os processos e outros documentos.

  • 25/10/2019 08:03:01

    Professores graduados na ADPP enquadrados nas escolas rurais

    Menongue - Noventa dos duzentos e setenta professores habilitados para o exercício da profissão nas escolas primárias, especialmente nas zonas rurais, no Cuando Cubango, estão já enquadrados no sector educativo.