Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

06 Novembro de 2019 | 13h54 - Actualizado em 06 Novembro de 2019 | 14h03

Falta de laboratórios dificulta aprendizagem no ITA "Joaquim Kapango"

Benguela - A falta de laboratórios para as aulas práticas de algumas disciplinas está a dificultar o processo de ensino/aprendizagem no Instituto Técnico Agrário nº 1019 "Joaquim Kapango", localizado no bairro das Bimbas, a oito quilómetros da cidade de Benguela, soube-se hoje, quarta-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Campo agrícola (arquivo)

Foto: Agostinho Kilemba

Segundo o director da referida instituição de ensino, Inácio Tchitonga, que falava à Angop, trata-se de laboratórios de informática, química, biologia, zootecnia e fitotecnia, bem como instalações para vacaria e aviário.

O director disse que o governo provincial já tem conhecimento da situação e prometeu ajudar, mas aconselhou-os a vender o excedente da produção do campo para suprir as dificuldades da escola.

De acordo com Inácio Tchitonga, para minimizar a situação, a escola, inaugurada a 29 de Janeiro de 2016, tem estado a contar com o apoio de alguns fazendeiros vizinhos e de um campo interno intervencionado, para as aulas práticas.

A instituição tem 999 alunos no Iº e II ciclos, com idades compreendidas entre os 12 e 24 anos, diurnos, e possui também alunos de até 40 anos de idade no Iº ciclo do ensino de adultos (auxiliares de agricultura e pecuária). A nível médio (II ciclo) forma técnicos de produção vegetal e alimentar.

O Instituto conta ainda com dois internatos, um para masculinos com capacidade de acolher 150 alunos (com apenas 39 internos) e outro para meninas com capacidade de 60 alunas (com 11 internas).

O ITA conta com 91 professores das especialidades de agronomia e pecuária, além de alguns expatriados de nacionalidade cubana, possui 31 salas de aulas, cinco gabinetes, sala de informática, áreas de serviços como oficinas, carpintaria, serralharia, campo experimental de 25 hectares subdivididos em parcelas, dentre outras áreas.

Possui uma área de 280 hectares, dos quais 25 estão a ser intervencionados, três motobombas, uma electrobomba, dois tractores, uma carrinha para apoio ao campo de experimentação, dois grupos geradores para iluminação, sendo um de 80 e outro de 40 Kw e uma girafa para água.

O ITA é uma instituição pública de ensino técnico profissional de formação de técnicos das áreas da agricultura e indústria alimentar, vocacionada para formar técnicos de nível básico e médio.

Leia também
  • 23/10/2019 20:36:17

    Bornito de Sousa defende maior contributo das universidades

    Benguela - O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, defendeu, nesta quarta-feira, a necessidade de as universidades angolanas promoverem conhecimento científico que contribua para a solução de problemas reais, como a seca, a fome, a malária, a pobreza, a agricultura e a economia.

  • 18/10/2019 10:41:52

    Benguelenses esclarecidos sobre novo plano curricular

    Benguela - Directores de escolas, docentes e representantes da sociedade civil, na província de Benguela, foram hoje esclarecidos sobre a proposta de novo plano curricular, que visa melhorar a qualidade do ensino e proporcionar uma aprendizagem diferenciada ao aluno.

  • 17/10/2019 19:47:56

    Gestão escolar no centro dos debates das III jornadas científicas do ISPB

    Benguela - A gestão escolar, organização programática e desenvolvimento curricular dominam os trabalhos das III jornadas científicas do Instituto Superior Politécnico de Benguela (ISPB), abertas hoje, quinta-feira, nesta cidade.