Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

25 Maio de 2019 | 07h09 - Actualizado em 25 Maio de 2019 | 07h09

Educação capacita professores sobre primeiros socorro

Ondjiva- Noventa agentes do sector da Educação, entre directores e professore, da província do Cunene, participam, desde sexta-feira, em Ondjiva, num seminário de capacitação sobre assistência de primeiro socorro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O seminário com a duração de três dias está ser promovido pelo gabinete da Educação e da Saúde no Cunene e visa agregar conhecimento teórico e prático de noções básicas em primeiros socorros, em caso de asfixia, desmaio e hemorragia.

Na ocasião, o coordenador do Programa de Saúde Escolar, Jorge Dias dos Santos, disse que o projecto concorre para a promoção e protecção da saúde dos alunos nas escolas.

Estão matriculados este ano no Cunene 214 mil 311 alunos, dos quais 194 mil 16 do primeiro nível, 30 mil e 587 do I ciclo e 15 mil 214 do II ciclo, distribuídos em 887 escolas, assegurado por seis mil e 979 professores.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 22/05/2019 05:16:10

    Sector da Educação no Cunene recebe novas carteiras

    Ondjiva -A rede escolar na província do Cunene, foi reforçada terça-feira, com mil e 508 novas carteiras escolares, para proporcionar melhor acomodação aos alunos da iniciação ao II ciclo.

  • 15/05/2019 15:10:09

    Cunene insere Nhaneca e Oshikwanhama nas escolas

    Ondjiva - Três mil e 780 alunos de 55 escolas do ensino primário e I ciclo na província do Cunene estão a frequentar, neste ano lectivo, aulas do ensino das línguas locais Nhaneca e Oshikwanhama.

  • 15/05/2019 07:23:52

    Inexistência de ensino médio condiciona alunos no Evale

    Ondjiva - Mil e 573 alunos que concluíram nos últimos 13 anos o I ciclo na comuna do Evale, município do Cuanhama, província do Cunene, estão impedidos de dar continuidade à formação académica devido à inexistência de uma escola do ensino médio na circunscrição.