Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

26 Junho de 2019 | 15h24 - Actualizado em 26 Junho de 2019 | 15h23

Balombo ganha primeira escola do II ciclo

Benguela - Uma escola do II ciclo do ensino secundário, com 16 salas de aulas e capacidade de albergar mil e 920 alunos em três turnos, foi inaugurada no município do Balombo, província de Benguela, pelo governador local, Rui Falcão.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sala de aulas (arquivo)

Foto: JOAQUINA BENTO

Denominado liceu BG-6002, a infra-estrutura foi construída num período de um ano e custou aos cofres do estado 45 milhões de kwanzas, soube-se hoje.

Nesta primeira fase, 683 alunos que assistiam aulas em quatro salas adaptadas serão transferidos para a nova escola.

Quando estiver a funcionar em pleno, mil e 920 alunos vão frequentar da 10ª à 12ª classes dos cursos de ciências económicas e jurídicas, ciências físicas e biológicas, bem como ciências humanas.

Em declarações à imprensa, o director provincial da Educação, Evaristo Calopa Mário, disse que a comunidade solicitou a inserção no estabelecimento igualmente alunos do I ciclo do secundário, visando atender todos alunos provenientes das escolas primárias de 14 escolas sedeadas no município.

O responsável garantiu que essa solicitação será analisada e que o sector vai continuar a melhorar as condições nas infra-estruturas escolares, sobretudo no apetrechamento de laboratórios e das salas de informática.

Entretanto, encarregados de educação manifestaram a sua satisfação pela inauguração da escola, considerando-a como um ponto de partida para o desenvolvimento, pois, vai permitir um melhor aprendizado académico e profissional.

Rui Falcão, ainda no âmbito da visita que efectuou ao município do Balombo, aproveitou ocasião para entregar uma ambulância ao INEMA, para atender as diversas ocorrências de emergência, com realce para os acidentes de viação.

O município do Balombo está situado numa zona montanhosa, a 182 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela, com uma  extensão territorial de 2.665 metros quadrados, contando actualmente com uma população de 99.320 habitantes (último censo), na sua maioria da etnia Ovimbundo, cuja actividade principal é a agricultura e criação de gado.

Tem como limites, os municípios de Cassongue ( Cuanza Sul) à Norte, Londuimbali (Huambo) à Leste, Tchindjendje (Huambo) e Ganda,  a Sul, e Bocoio, a Oeste.

O município tem uma rede escolar de 92 unidades, com mais de 50 mil alunos matriculados no presente ano lectivo do pré-escolar ao ensino secundário, uma rede sanitária composta por 13 unidades, 144 estabelecimentos comerciais, uma indústria em funcionamento e outra em fase conclusiva e 14 áreas turísticas.

Leia também
  • 15/06/2019 10:31:53

    Fissuras no Magistério Lúcio Lara põem em risco integridade dos estudantes

    Benguela - A integridade física dos estudantes do Magistério Primário Lúcio Lara, localizado a oito quilómetros da cidade de Benguela, está em risco, devido às múltiplas fissuras que a infra-estrutura apresenta, informou nessa sexta-feira, o director pedagógico da instituição, Virgílio Calei.

  • 30/05/2019 13:53:38

    Ong Rise Angola entrega 12 salas de aulas à população do Gama

    Catumbela - Doze salas de aulas para atender 540 crianças que estudavam debaixo de árvores e em salas improvisadas de chapas de zinco, na escola BG0024, na comuna da Gama, município da Catumbela (Benguela), foram reabilitadas e entregues pela organização não-governamental Rise Angola, às autoridades locais.

  • 28/05/2019 18:32:48

    Estudantes do IMIB beneficiam de sala de informática

    Benguela - Uma sala de informática equipada com 20 computadores foi posta à disposição hoje, terça-feira, dos estudantes do Instituto Médio Industrial de Benguela (IMIB), numa oferta da empresa ITA (Internet Technologies Angola) em parceria com o Ministério da Educação.