Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

25 Junho de 2019 | 14h01 - Actualizado em 26 Junho de 2019 | 07h55

Faculdade de Medicina da UMN com instalações próprias

Lubango - A Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemofayo (UMN) dispõe a partir de hoje de instalações próprias, inauguradas pela ministra do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia e Inovação, Maria Bragança Sambo, na presença do Presidente da República, João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Faculdade de Medicina da província da Huila

Foto: Morais Silva

A Faculdade de Medicina da UMN funcionava em instalações emprestadas pela congénere de Direito da mesma universidade.

A ministra garantiu que as novas instalações vão permitir um melhor ensino da medicina, por dispor de biblioteca equipada com computadores, edifício académico com dois auditórios para 140 pessoas, três salas com até 80 lugares e oito com 40, para as aulas teóricas.

Acrescentou que a Faculdade de Medicina da UMN, localizada na centralidade da Quilemba, a 15 quilómetros da cidade do Lubango (província da Huila - Sul), encontra-se no topo das demais faculdades públicas, dispondo de melhores infra-estruturas.

De acordo com a governante, próximo da faculdade existe um centro de saúde, que servirá de apoio ao ensino da medicina, com o ensino prático a estender-se ao Hospital Provincial Agostinho Neto.  

A estrutura contempla área administrativa, refeitório, ginásio, campos para a prática de desporto, biblioteca, um edifício académico com 48 compartimentos, entre salas de aula, laboratórios e outros espaços adicionais concebidos para apoio administrativo.

O empreendimento, cujas obras iniciaram em 2013 e foram concluídas em 2016, não estava funcional devido à falta de mobiliário.

Com início de docência em 2009, a Faculdade de Medicina da UMN tem matriculados, no presente ano lectivo, 561 estudantes. Actualmente, conta com 558 alunos (do 1º 6º anos) e 43 docentes de nacionalidades cubana e angolana.

Leia também
  • 25/06/2019 14:48:17

    PR entrega chaves do colégio católico

    Lubango - O Presidente da República, João Lourenço, entregou hoje (terça-feira) ao vigário-geral da arquidiocese do Lubango, padre Maurício Kapembe, as chaves do colégio católico "Paula Fransinetti", ex-Instituto Médio Normal de Educação da Huíla, que prevê albergar, no ano lectivo 2020, pelo menos 750 alunos dos ensinos primário e secundário.

  • 24/06/2019 22:57:55

    Huíla: Ministra descarta rescisão com docentes cubanos da Faculdade de Medicina

    Lubango - A permanência de docentes cubanos a leccionar na Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN) não está em risco, como se propala nalguns círculos huilanos, desmentiu hoje, no Lubango, a ministra do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia e Inovação, Maria Bragança Sambo.

  • 16/06/2019 12:02:57

    Medicina terá faculdade própria na Huíla

    Lubango - A cidade do Lubango contará, a partir do próximo ano lectivo, em Março de 2020, com uma nova infra-estrutura da Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN).