Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

21 Setembro de 2019 | 13h17 - Actualizado em 21 Setembro de 2019 | 13h17

Seca afecta pelo menos 40 mil alunos na Huíla

Lubango - Pelo menos 40 mil alunos estão afectados pela seca nos municípios dos Gambos, Jamba, Matala, Quipungo, Quilengues, Caconda e Lubango (Huíla), enfrentando dificuldades de acesso à comida e água, sendo que alguns desistiram de estudar, informou hoje, nesta cidade, a diretora do gabinete provincial da Educação, Paula Joaquim.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Paula Joaquim - directora da educação

Foto: José Filipe

A gestora falava no final de um encontro mantido com responsáveis da educação de quatro províncias da região sul afectadas pela seca, com o secretário de Estado para o Ensino Pré-escolar e Geral, Pacheco Francisco, com a finalidade de definir-se uma solução para o problema, quando se avizinham os exames finais.

Paula Joaquim disse tratarem-se ainda de dados provisórios, mas vão reunir com as direcções municipais a fim de constatar realmente quais são as crianças que desistiram das aulas e aquelas que foram afectadas num determinado trimestre e ministrar-se aulas de recuperação intensivas ou outro tipo de procedimentos para as ajudar.

A directora acrescentou que as direcções das quatro províncias afectadas pela seca terão um outro encontro para produzir uma acta que será enviada ao ministério de tutela, com o fito de encontrar socuções para a recuperação dos alunos que continuam nas escolas.

Na Huíla, 173 mil e 777 pessoas são afectadas pela seca, sobretudo nos município dos Gambos, Lubango, Matala, Quilengues, Quipungo e Cacula.

Leia também
  • 20/09/2019 15:59:00

    AEUPA quer investigação científica nas universidades

    Luena - A Associação dos Estudantes das Universidades Privadas de Angola (AEUPA) defendeu hoje, sexta-feira, no Luena, a implementação de programas de investigação científica nas instituições do ensino superior.

  • 20/09/2019 15:19:41

    Governador quer combate "cerrado" à corrupção na educação

    Mbanza Kongo - O governador do Zaire, Pedro Makita Armando Júlia, reiterou, nesta sexta-feira, em Mbanza Kongo, a necessidade do combate cerrado à corrupção, ao nepotismo e outros males conexos no sector da educação.

  • 19/09/2019 13:01:41

    Educação no Cazengo necessita de mais 693 salas de aulas

    Ndalatando - Seiscentas e 93 novas salas de aulas são necessárias no município do Cazengo, província do Cuanza Norte, para a inserção de seis mil e nove crianças no sistema normal de ensino.