Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

02 Outubro de 2019 | 18h03 - Actualizado em 03 Outubro de 2019 | 09h32

Município de Luanda necessita de mais de 800 professores

Luanda - Pelo menos 863 professores são necessários para reforçar o processo de aprendizagem e ensino no município de Luanda, afirmou hoje, (quarta-feira), a directora de educação na Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, Joana Torres.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à imprensa, à margem da abertura da Feira de Amostra do Sistema Educativo em alusão ao Dia do Professor que se assinala no próximo dia cinco, Joana Torres precisou que o município de Luanda necessita de 863 professores, 571 auxiliares de limpeza e 503 técnicos de protecção física.

Explicou que dos 863 professores não inclui a transferência que são feitas em cada final de ano, tendo em conta a mudança de residência dos próprios professores para algumas centralidades.

Joana Torres disse que para colmatar a falta de professores, as direcções das escolas aumentam o número de alunos nas turmas, “embora por norma sejam apenas 35 a 45 alunos, na realidade existem salas com 50 a 60 crianças para que não fiquem fora do sistema de ensino”.

A falta de professores ocorre em todos os níveis, com destaque para o ensino médio, esclareceu.

A responsável afirmou que no ensino primário existem situações em que as escolas comparticipadas facilitam o enquadramento de alunos e podem estudar da iniciação a 6ª classe.

Segundo a directora, no primeiro e segundo ciclo a direcção municipal já encontra dificuldades de enquadrar alunos no ensino comparticipado, porque, em alguns casos, os encarregados não têm capacidade para suportar as propinas.

Disse que o município de Luanda tem 16 mil 400 alunos fora do sistema de ensino, mas depois do trabalho junto das escolas comparticipadas o número reduziu substancialmente.

De acordo com a responsável, para o enquadramento destas crianças fora do sistema de ensino são 12 escolas de 12 salas de aulas.

Durante a feira, aberta pela presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, Maria Nelumba, os alunos das escolas do ensino médio do município expõem trabalhos inovadores e literatura diversa.  

O Dia Mundial do Professor comemora-se a 5 de Outubro com o objectivo de chamar atenção da opinião pública para os desafios e as dificuldades com que os educadores se confrontam.

A data instituída em 1966 pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) deve-se ao cumprimento das diretrizes que norteiam a formação e as condições de trabalho dos professores.

Leia também
  • 30/09/2019 17:37:46

    Actuação de gestores escolares discutida nas jornadas pedagógica

    Luanda - A actuação dos gestores escolares e professores na planificação educacional e os novos métodos para melhoria do ensino, estão desde hoje (segunda-feira) em analise nas primeiras Jornadas Científicas Pedagógicas, no município do Cazenga, em Luanda.

  • 24/09/2019 17:13:36

    Alunos do Kilamba Kiaxi podem beneficiar de bolsas de estudos

    Luanda- A direcção municipal da Educação no Kilamba Kiaxi pretende estabelecer parcerias com instituições especializadas para atribuição de bolsas de estudos aos alunos com iniciativas inovadoras, criatividade e habilidades em alguma áreas do saber.

  • 20/09/2019 15:59:46

    Alfabetizadores de Icolo e Bengo recebem subsídios em atraso

    Icolo e Bengo - Sessenta e dois, dos 110 alfabetizadores do município de Icolo e Bengo, em Luanda, começaram a receber no mês de Setembro os seus subsídios referente ao ano de 2016.