Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

17 Outubro de 2019 | 13h25 - Actualizado em 17 Outubro de 2019 | 13h25

ISCAT propõe avalia desafios educacionais do século XXI

Malanje - A abordagem sobre os desafios técnico-científicos e educacionais do século XXI marca as II jornadas técnico-científicas do Instituto Superior Politécnico Privado da Catepa (ISCAT) abertas hoje, quinta-feira, com o objectivo de promover uma reflexão sobre a ciência nas mais variadas modalidades.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Durante dois dias, os participantes vão ainda abordar questões ligadas aos desafios do processo de ensino e aprendizagem, de modo a ajustar o perfil de saída dos estudantes às exigências do mercado de trabalho, que tende a ser cada vez mais selectivo, valorizando a capacidade técnica em detrimento da mera formação superior.

Em abordagem estão igualmente o uso de metodologias activas na universidade (desafios do professor universitário), importância da comunicação dentro das organizações, técnicas de estudo para problemas de aprendizagem, o uso das TIC's no ensino superior, entre outros.

Pretende-se, de acordo com o  director-geral do ISCAT, Lola Ndofosu, habilitar e orientar os estudantes para os problemas que afectam as comunidades, sublinhando a relevância da contínua formação dos docentes e o domínio de técnicas de ensino modernas, em detrimento dos métodos tradicionais.

Disse haver igualmente a necessidade de os estudantes, por iniciativa própria, desenvolverem projectos científicos, estimulando, deste modo, o debate entre docentes e discentes, tendo em vista um ensino que se pretende mais interactivo.

Dissertando sobre “Os desafios das Diversas Áreas e Actuação da Psicologia”, o coordenador da Ordem dos Psicólogos de Malanje, Veloso Dala, sugeriu a integração destes especialistas nas instituições públicas e privadas, com realce para os Serviços Prisionais, Saúde e Educação, de modo a prevenir e tratar eventuais transtornos.

O ISCAT tem inscrito, para este ano académico, mais de três mil estudantes apenas no II e III ano, nas especialidades de Fisioterapia, Psicologia Clínica, Medicina Geral, Farmácia, Direito, Gestão de Recursos Humanos, Engenharia de Construção Civil, Arquictetura, Comunicação Social, Ciências Humanas e Medicina Dentária, entre outros.

A instituição foi fundada em 2017.

Leia também
  • 17/10/2019 13:19:37

    Professores analisam proposta de planos de estudo

    Malanje - Professores, directores e sub-directores das escolas do I e II ciclos de ensino de Malanje analisam desde hoje, quinta-feira, propostas dos novos planos de estudo, que visam a melhoria do processo de ensino e aprendizagem.

  • 15/10/2019 16:43:20

    Responsável destaca importância da saúde escolar

    Caxito - A saúde escolar é fundamental para o sucesso do processo de ensino e aprendizagem, pelo que as escolas devem se preocupar mais de forma a influenciar as crianças e as comunidades nestas práticas, afirmou, nesta terça-feira, em Caxito, o Departamento da Educação e Ensino Geral do Gabinete Provincial da Educação do Bengo, António Domingos de Assurreira.

  • 13/10/2019 12:05:05

    Chibia carece de mais de mil professores

    Chibia - Mil e 428 novos professores são necessários para reforçar o sector da educação no município da Chibia, província da Huíla, em 2020, com vista a assegurar a inserção de sete mil e 711 crianças que se encontram fora do sistema.