Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

28 Outubro de 2019 | 12h49 - Actualizado em 29 Outubro de 2019 | 10h15

Professores avaliam capacidade emocional do aluno

Luanda - Duzentos professores do ensino primário vão poder, dentro de três meses, avaliar a capacidade emocional do aluno em sala de aulas, fruto de uma ferramenta lançada hoje (segunda-feira), em Luanda, denominada "Teach".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Professores em formação (arquivo)

Trata-se de uma ferramenta de observação de aula, que fornece aspectos menos explorados e mais importantes da educação do aluno, ou seja, permite observar tudo quanto acontece na sala.

Segundo a ministra da Educação, Ana Paula Elias, que discursava na abertura do certame, o profissional terá de ter essa formação, para poder medir essas variáveis e melhorar, a cada momento, a qualidade de ensino.

O "Teach", expressão inglesa que traduzida significa “ensinar”,  centra-se fundamentalmente em três matérias: a cultura em sala de aula, a instrução e a capacidade emocional.

Ajudará o professor a conhecer as habilidades e as competências dos alunos.

Ana Elias afirmou que a capacitação vem em resposta aos decretos 25/15 e 205/18, afectos à Formação de Quadros e ao Programa Nacional de Formação e Gestão do Pessoal docente, que prevêem assegurar a formação de supervisores e coordenar os respectivos programas, projectos e acções, bem como organizar programas de capacitação para o desempenho de funções específicas dos subsistemas.

A formação, que conta com o apoio do Banco Mundial, vai decorrer em três províncias: Luanda, Bengo e Cuanza Norte.

Este projecto tem várias etapas e vários módulos, alguns terão a duração de 25 dias e outros, de 15 dias.    

O "Teach" começou com uma avaliação em Moçambique, em 2016-2017, e foi lançado no Banco Mundial em 2018. Este ano, foi igualmente lançado no Brasil.

Assuntos Educação  

Leia também
  • 26/10/2019 14:56:20

    Vandalização de escola afecta conclusão do ano lectivo

    Saurimo - Cinco mil e 300 alunos da Escola Primária n.º 14 do bairro Candembe, município de Saurimo (Lunda Sul), correm o risco de perder o ano lectivo, por motivo de terem vandalizado a infra-estrutura escolar, bem como destruído os processos e outros documentos.

  • 25/10/2019 08:03:01

    Professores graduados na ADPP enquadrados nas escolas rurais

    Menongue - Noventa dos duzentos e setenta professores habilitados para o exercício da profissão nas escolas primárias, especialmente nas zonas rurais, no Cuando Cubango, estão já enquadrados no sector educativo.

  • 24/10/2019 16:07:45

    Estudantes universitários apostam na investigação científica

    Ndalatando - Os estudantes da Escola Superior Politécnica da província do Cuanza Norte reafirmaram hoje, quinta-feira, na cidade de Ndalatando, a aposta no reforço da investigação científica, para solucionarem problemas sociais e económicos na comunidade.