Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

14 Fevereiro de 2020 | 19h49 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2020 | 21h36

Material didáctico vai chegar para todos alunos

Ondjiva - O secretário de Estado para o Ensino Pré-escolar, Pacheco Francisco, disse hoje, sexta-feira, em Ondjiva, província do Cunene, que até ao dia 27 de Fevereiro deste ano todos os alunos do ensino primário, especial e iniciação vão receber os materiais didácticos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Secretário de Estado para o Ensino Pré-Escolar, Pacheco Francisco

Foto: Henri Celso

O responsável fez estas declarações à imprensa, à margem da entrega de 80 mil 275 manuais escolares à governadora provincial do Cunene, Gerdina Didalelwa, num acto presenciado pelo secretário de Estado da Comunicação Social, Celso Malavoloneke.

Segundo Pacheco Francisco, o sector mandou produzir 37 milhões 807 mil 987 manuais e já recebeu 18 milhões 987 mil 475 livros que estão a ser distribuídos pelas províncias do país, transportados por camiões e aviões.

“A distribuição está a ser feita de forma paulatina. Neste momento, 19 camiões estão à caminho dos centros de distribuição em Luanda e Benguela, para fazer chegar à zona sul e norte do país”, ressaltou.

De acordo com Pacheco Francisco, com esta distribuição às escolas públicas e privadas, não haverá motivo algum para um aluno ficar sem material.

Sobre a venda de material didáctico no mercado informal, o secretário de Estado deixou claro que os mesmos não são os manuais que o Estado está a pôr à disposição das escolas.

Disse ser necessário que os agentes ligados ao processo de educação e outros organismos, denunciem práticas negativas que têm como finalidade destruir o empenho do Executivo.

Corroborando da ideia, a governadora Gerdina Didalelwa reconheceu que a questão da distribuição dos livros preocupa todos, principalmente quando se inicia um ano lectivo no país.

Esse problema, salientou, será ultrapassado com a distribuição de manuais, em grande escala, que o governo esta a realizar.

“As áreas distantes também vão beneficiar. Em todo a província serão distribuídos. Aquilo que recebemos ultrapassa o número de alunos”, ressaltou.

Após a entrega dos manuais à governadora provincial do Cunene, a Comissão de Acompanhamento e Distribuição do Material Escolar deslocou-se à escola de ensino primário 8 de Janeiro “Onakhumba”, para entregar os livros a diversas crianças.

Leia também
  • 26/01/2020 15:34:48

    MED vai descongestionar salas para melhorar qualidade de ensino

    Lubango - O Ministério da Educação está a trabalhar para, a partir do próximo ano lectivo, acabar com o excesso de alunos nas salas, como estipula o regulamento, com a construção de novas escolas.

  • 22/01/2020 10:54:17

    MED prevê reduzir taxa de analfabetismo 18 por cento

    Luanda - O Ministério da Educação prevê reduzir a taxa de analfabetismo no país a 18 por cento até 2022, disse a ministra da Educação, Ana Paula Tuavanje Elias.

  • 22/01/2020 10:41:47

    MED prioriza supervisão pedagógica

    Luanda - A formação contínua e a supervisão pedagógica consta das prioridades do Ministério da Educação (MED) para se alcançar a qualidade almejada no ensino, afirmou a titular da pasta, Ana Paula Tuavanje Elias.