Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

28 Fevereiro de 2020 | 17h40 - Actualizado em 28 Fevereiro de 2020 | 17h40

Programa Aprender para brilhar abrange mais de cinco mil cidadãos

Huambo - Cinco mil e 662 cidadãos foram alfabetizados, em 2019, pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) do Huambo, no âmbito do programa Aprender para Brilhar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, à imprensa, pelo director-geral da instituição, Mário Rodrigues, salientando que o programa, implementado em Abril do ano transacto, visa ensinar a ler e a escrever os jovens e adultos que nunca frequentaram a escola.

Disse que as aulas decorreram em oito, dos 11 municípios da província do Huambo, bem como das regiões vizinhas de Benguela e Cuanza Sul, com uma municipalidade cada.

Mário Rodrigues referiu que as aulas foram ministradas por 530 estudantes da instituição, que, em 2019, frequentaram o 3º ano em diversos cursos de licenciatura.

Contou igualmente com o envolvimento das igrejas, com o objectivo de auxiliar as autoridades na diminuição do índice de analfabetismo na província do Huambo, conhecida ainda como “Cidade Académica de Angola”.

Sem avançar dados estatísticos, Mário Rodrigues disse que, para este ano, o ISCED tem em carteira o aumento do número de cidadãos a alfabetizar, com a intensificação e expansão do programa “Aprender para Brilhar” em outras localidades.

Por outro lado, o académico ressaltou o estágio pedagógico dos cursos de licenciatura, desenvolvido pela instituição, onde mais de 220 estudantes ministraram aulas de várias disciplinas, em 24 escolas do ensino primário ao II ciclo do ensino secundário dos municípios do Huambo e Caála.

Considerada a maior instituição pública de ensino superior na província do Huambo, pela sua oferta formativa e quantidade de estudantes, o ISCED ministra cursos de licenciatura no ensino da Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português e Química, que no ano académico 2020 serão frequentados por 2.640 estudantes.

Criado em 1983, mas que viu a sua actividade interrompida entre 1991 a 2001, por causa do conflito armado, o ISCED, que já formou 3.820 quadros superiores, ministrada desde 2016, cursos de mestrados em Ciências da Educação, Educação para Gestão e Conservação da Natureza.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 19/02/2020 16:24:23

    Gabinete da Educação cria salas de apoio pisco-pedagógico

    Caála - O Gabinete da Educação da Província do Huambo criou, no presente ano lectivo, salas de apoio psico-pedagógico em diversas escolas do I e II ciclo do ensino secundário, como forma de obter maiores resultados no processo de docente/educativo.

  • 18/02/2020 18:14:54

    Sindicato traça estratégia para superação académica de professores

    Huambo - O sindicato dos Trabalhadores da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social na província do Huambo está a traçar uma estratégia para elevar o grau de formação académica dos professores, para uma melhor contribuição no processo docente/educativo.

  • 14/02/2020 22:43:54

    SINPROF no Huambo quer humanização do sector da educação

    Huambo - O secretário do Sindicato Nacional dos Professores (SINPROF) na província do Huambo, Abel Maravilho José, defendeu esta sexta-feira, a necessidade da humanização do sector da educação, para tornar o processo de ensino/aprendizagem mais inclusivo.