Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

24 Março de 2020 | 19h38 - Actualizado em 24 Março de 2020 | 19h38

Gabinete da Educação exorta aperfeiçoamento individual dos alunos

Huambo - O chefe do departamento de Educação e Ensino na província do Huambo, Abel da Silva, exortou hoje, terça-feira, os alunos no sentido de aproveitarem a suspensão das aulas devido ao Covid-19 (novo Coronavírus), para aperfeiçoaram o conhecimento académico/científico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à imprensa, no final do encontro de concertação sobre propostas do programa de interregno das aulas, no qual fizeram parte representantes dos Órgãos de Comunicação, disse que os encarregados de educação devem incentivar os alunos a dedicarem este período à leitura, caligrafia e aos exercícios de matemáticas e outras disciplinas.

Desta maneira, esclareceu, será possível evitar o desacelerar da rotina de aprendizagem escolar, por parte dos um milhão, 29 mil e 681 alunos matriculados, este ano, do ensino primário ao II ciclo do ensino secundário.

O responsável informou que a suspensão das aulas não significa férias, mas deve servir de oportunidade para os pais e encarregados de educação ficarem próximo das crianças, para aperfeiçoar o conhecimento adquiridos nas escolas, com o material à sua disposição.

Abel da Silva salientou que as acções desempenhadas pelas escolas, neste período, devem ser transferidas para as casas, onde os pais e encarregados de educação são chamados a desempenhar esse papel de educador, para evitar a desaceleração na rotina do ensino/aprendizagem, além de transmitirem os métodos de prevenção desta pandemia, começando pela higiene pessoal e lavagem das mãos.

Noutra parte das suas declarações, Abel da Silva realçou que os órgãos de comunicação social jogam, nesta fase, um papel fundamental, devendo a rádio e a televisão incluir, nas suas grelhas de programação, acções educativas principalmente em língua portuguesa e matemática, numa altura em que não se sabe quanto tempo vai levar este interregno das aulas.

Devido a pandemia do COVID-19, o Ministério da Educação (MED) anunciou, na última quinta-feira (19) a suspensão das actividades lectivas nas escolas públicas e privadas, por um período de 15 dias, a partir do dia 24 do corrente mês.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também