Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

26 Maio de 2020 | 15h30 - Actualizado em 28 Maio de 2020 | 15h09

Retoma das aulas obrigará abertura do Campus de Saúde da UJES

Huambo - A possível retomada das aulas no ensino superior, prevista para 13 de Julho, obriga a abertura do futuro Campus de Saúde da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), em construção desde 2013, no bairro do Cambiote, para responder aos desafios da redução do número de estudantes por turmas, no quadro das medidas de prevenção da Covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cristóvão Simão - Reitor da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES)

Foto: Arquivo

De acordo com o reitor da instituição universitária, Cristóvão Simões, em declarações à ANGOP, as unidades orgânicas da  UJES, sedeadas nas cidades do Huambo (Reitoria), Cuito (Bié) e Luena (Moxico), enfrentam inúmeras dificuldades no que diz respeito às salas de aula, que não são insuficientes para permitir que as aulas sejam ministradas em condições desejadas em tempo da Covid-19.

“É verdade que teremos problemas, porque, no método tradicional  de ensino, as turmas estão lotadas, com um número acima de 50 estudantes e, com as novas regras, não vai ser possível mantê-las  com a quantidade de alunos que possuem, havendo necessidade de serem desdobradas, o que exige mais salas”, referiu.  

Acrescentou que, em função da situação que o mundo e o país  vivem, exige-se a redução do número de alunos por turmas e, quanto mais  salas estiverem disponíveis, melhor.

Daí ser imperioso que sejam aproveitadas as várias que se encontram no futuro Campus de Saúde, para que seja possível cumprir as medidas impostas para a prevenção da pandemia.

Por este facto, fez saber que a sua direcção tem desenvolvido esforços junto do Ministério do Ensino Superior e do empreiteiro encarregue na execução da infra-estrutura neste sentido.

Disse, igualmente, que a abertura das mesmas depende apenas da instalação dos equipamentos da cozinha industrial e da conclusão da asfaltagem da via de acesso, para que, o mais rápido possível, possa servir a população estudantil da região.

O empreendimento, cujas obras tiveram início em 2011, é integrado por cinco edifícios de dois e três andares, que compõem salas de aula, área administrativa, laboratórios, dormitórios, além de possuir zonas destinadas ao lazer e desporto, e ocupa uma superfície de 237 mil e 990 metros quadrados, dos quais 35 mil metros destinados à construção.

Cristóvão Simões referiu ainda, na ocasião, que, a par da problemática de insuficiências de salas, está também a do corpo docente, que, no novo contexto, requer o seu aumento para suportar as novas turmas que serão criadas com o redimensionamento das actuais.

No sentido de minimizar este aspecto, disse que será adoptada a implementação do ensino à distância, nas zonas onde for possível.

Fundada em 2009, a UJES, afecta à V Região Académica do país, abrangendo as províncias do Huambo (sede da mesma), Bié e Moxico, composta pelo Instituto Superior Politécnico, pelas Faculdades de Economia, Direito, Medicina Humana, Medicina Veterinária, Ciências Agrárias, escolas Superiores Politécnicas ( Bié e do Moxico), tem matriculado, no presente ano académico, 15 mil estudantes, num universo de 500 professores angolanos e estrangeiros.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 24/03/2020 19:38:42

    Gabinete da Educação exorta aperfeiçoamento individual dos alunos

    Huambo - O chefe do departamento de Educação e Ensino na província do Huambo, Abel da Silva, exortou hoje, terça-feira, os alunos no sentido de aproveitarem a suspensão das aulas devido ao Covid-19 (novo Coronavírus), para aperfeiçoaram o conhecimento académico/científico.

  • 20/03/2020 14:38:57

    Programa de água vai beneficiar 27 escolas do ensino primário

    Huambo - Pelo menos vinte e sete escolas do ensino primário dos municípios do Huambo e Caála vão beneficiar, este ano, de igual número de furos de água, para entre vários objectivos contribuírem no combate de doenças tropicais negligenciadas no seio das crianças.

  • 17/03/2020 17:05:23

    Sector do Nzagi terá primeira escola com 12 salas de aula

    Huambo - Uma escola do ensino primário, com capacidade de albergar mil e 80 alunos, começou a ser construída hoje (terça-feira), no sector do Nzagi, periferia da cidade do Huambo.