Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

07 Julho de 2020 | 16h25 - Actualizado em 07 Julho de 2020 | 16h39

Covid-19: Directores de escolas garantem condições de biossegurança

Lubango - Directores de algumas escolas do II Ciclo do Ensino Secundário do sector público e privado do município do Lubango, província da Huíla, garantiram hoje, terça -feira, terem criado pelo menos 85 por cento das condições de biossegurança, para o retorno às aulas, no dia 13 deste mês.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Huíla: Pormenor da cidade do Lubango

Foto: Morais Silva

Trata-se de condições como a disponibilização de pontos de água, termómetros, álcool em gel, viseiras para funcionários, máscaras, luvas, lixívia, sabão, pulverizadores, entre outros meios para biossegurança de todos utentes das instituições escolares.

Em declarações à Angop, o director do Instituto Politécnico do Lubango número 131, ex-IMEL, Armindo Gabriel, disse que a sua instituição adquiriu termómetros infravermelho para a medição da temperatura, álcool em gel para desinfestação das mãos, sabão, lixívia, máscaras luvas e pulverizadores para desinfectar as salas em todos os turnos.

 Realçou a criação de duas entradas e saídas específicas para os alunos e professores, trabalhadores administrativos e visitantes, enfatizando que os alunos nas turmas estarão divididos em dois grupos de 23 a 24 alunos que terão aulas de segunda a sábado em semanas alternadas.

“Esta semana estamos a terminar o processo de ligação de pontos de água corrente, capazes de fornecer o precioso líquido 24 horas, pois temos um pré-acordo com a direcção das águas e vamos ver se eles ensaiam, no decorrer dos restantes dia, para que até dia 13, tenhamos água 24 sobre 24 horas”, indicou.

 Por sua vez, a directora da Escola Secundária do Lubango, Carla Marisa, disse estarem criadas  as condições  administrativas e de biossegurança, pois foram montados pontos de água em áreas estratégicas da instituição, para a lavagem das mãos, assim como folhetos informativos para sensibilização dos alunos sobre à covid-19.

 “Criamos uma sala modelo, onde as carteiras dos alunos estão devidamente distanciadas, como expressa o Decreto nº 5/2020 em cada turma tem que ter pelo menos  20 alunos, que vão  frequentar  as aulas de forma alternada”, frisou.

Já o director do Colégio Esperança, Salomão Tchipeco, disse  que  no tocante  às condições de  biossegurança, contam com termómetros para a medição da temperatura, álcool em gel, máscaras,  luvas, tendo igualmente criado toneiras com água corrente e aguardam pela chegada das viseiras.

“ Achamos que as condições neste colégio privado estão minimamente criadas para o provável reinício no dia 13. Recentemente receberam a visita  da direcção da associação de estudantes e mostraram-se satisfeitos com as  condições encontradas”, asseveriou.

A directora geral do Colégio Antônio Houaiss, Nadiezda  Borges, assegurou também que têm os meios de rastreio e desinfecção, para além de ajustarem portas somente para entrada e outras para saídas.

 “Nós não vamos ter necessidade da divisão das turmas, pois as mesmas são já constituídas por 19 a 25 alunos, vamos apenas criar um distanciamento entre as carteiras dos alunos e vamos administrar as aulas de segunda a sexta-feira”, realçou.     

O Gabinete Provincial da Educação na Huíla tem registado 43 escolas do II Ciclo do Ensino Secundário, enquanto a Associação de Ensino Particular na Huíla controla 37 escolas do mesmo nível de ensino.

Leia também
  • 06/07/2020 19:46:20

    Escolas em Cabinda em condições para o reinício das aulas

    Cabinda - O secretário provincial da Educação em Cabinda, Miguel Raul Mazissa Zinga, disse hoje, segunda-feira, estarem criadas as condições de biossegurança nas escolas do II ciclo para o reinício das aulas no dia 13 do corrente mês.

  • 06/07/2020 15:20:04

    Covid-19: Reinício das aulas sem prática de Educação Física

    Moçamedes - O reinício das aulas, previsto para 13 do corrente mês no ensino secundário, estará privado da realização da prática da disciplina de Educação Física, cumprindo-se assim com as medidas de prevenção da covid-19.

  • 06/07/2020 15:17:18

    Zaire: Kimakuku ganha escola de sete salas

    Mbanza Kongo - A localidade de Kimakuku, 26 quilómetros da sede comunal do Kindege, município do Nzeto, província do Zaire, ganha, dentro de oito meses, uma escola de sete salas de aulas, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).