Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

17 Setembro de 2020 | 11h24 - Actualizado em 17 Setembro de 2020 | 11h24

Passa Bem ganha escola com 15 salas de aula

Saurimo - Uma escola do ensino primário e do II ciclo, com 15 salas de aula, foi inaugurada hoje no bairro Passa Bem, em Saurimo (província da Lunda Sul), pelo governador, Daniel Neto, no quadro dos festejos do 17 de Setembro, Dia do Herói Nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A estrutura escolar que estava paralisada há mais de cinco anos, custou 160 milhões de kwanzas, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM). Vai albergar, no próximo ano lectivo, 2.200 alunos, comporta espaços de lazer, gabinetes, secretarias, casas de banhos e estacionamento.

Na ocasião, o coordenador do bairro Passa Bem, Abel Caihindji, em nome da população, agradeceu o gesto do governo em colocar uma escola na zona, porque permitirá a inserção de mais alunos fora do sistema de ensino e encurta a distância percorrida por muitos em busca da formação.

A par disso, solicitou, com maior brevidade ao governo, que estenda também à zona a energia eléctrica, água potável, posto de saúde, espaços de lazer, para permitir o entretenimento dos jovens, assim como uma esquadra móvel da Polícia Nacional e o estancamento de ravinas.

Em resposta, o governador da Lunda Sul, Daniel Neto, pediu à população para preservar os bens públicos a serem os primeiros vigilantes da estrutura ora inaugurada, porque custou muito dinheiro ao Estado.

Prometeu cumprir paulatinamente com algumas acções em falta na circunscrição.

O bairro Passa Bem tem uma população estimada em 4.676 habitantes, maior parte dedica-se ao comércio.

Leia também
  • 16/09/2020 22:44:00

    Angola: Professores devem ser avaliados anualmente - Docente universitário

    Luanda - O presidente da Academia Angolana de Letras (AAL), sociólogo Paulo de Carvalho, defende, ao abordar os problemas que o ensino atravessa em Angola, que os próprios professores deveriam ser avaliados anualmente.

  • 16/09/2020 22:39:08

    Angola: Académico defende português angolano

    Luanda - O presidente da Academia Angolana de Letras, Paulo de Carvalho, defende, em entrevista à ANGOP, que académicos e linguistas trabalhem para a adopção oficial de uma variante da língua portuguesa, em Angola, com base em regras devidamente definidas.

  • 16/09/2020 18:58:18

    Cientista Valdemar Tchipenhe ganha bolsa de mestrado

    Luanda - O Governo atribuiu, nesta quarta-feira, por via do Ministério dos Recursos Minerais Petróleo e Gás, uma bolsa de mestrado ao cientista angolano Valdemar Tchipenhe.