Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

25 Setembro de 2020 | 11h37 - Actualizado em 25 Setembro de 2020 | 11h37

Covid-19: Namibe conta com duas mil novas carteiras

Moçâmedes - O Ministério da Educação disponibilizou duas mil carteiras para minimizar a carência em algumas escolas da província do Namibe, no âmbito dos esforços para o cumprimento das medidas de biossegurança, como o distanciamento físico nas salas, com o reinício das aulas, previsto para 5 de Outubro do corrente ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ilustração da COVID-19

Foto: Divulgação

A informação foi avançada hoje, sexta-feira, à Angop, pelo director do Gabinete Provincial da Educação no Namibe, Valério Arcanjo, tendo aproveitado a ocasião para explicar que as turmas não serão extensas, sendo repartidas em duas, o que permitirá os alunos e professores estarem em segurança.

O responsável aconselhou os pais e encarregados de educação a sensibilizarem os seus educandos em como devem se portar na escola, partindo mesmo do uso da máscara, o distanciamento físico e a lavagem constante das mãos com água e sabão, uma cultura que deverá ser seguida até ao final do ano lectivo.

“ Garantimos ainda a higienização de regular de todos equipamentos escolares  a partir de mesas, cadeiras e recomendamos a não partilha de material didáctico, entre livros, cadernos e outros meios escolares “, acrescentou o responsável.

Para as bibliotecas e laboratórios, locais de muita importância para o ensino, apontou que devem ter uma capacidade de cinquenta por cento.

O sector da Educação na província conta com 195 instituições escolares, das quais 78 não têm água canalizada.  

Para minimizar o problema, Valério Arcanjo adiantou ainda que o Governo provincial disponibilizou moto-cisternas que farão a distribuição de água a 67 escolas, enquanto se estuda a resolução da situação.

Este ano lectivo foi matriculado 131 mil e 59 alunos, distribuídos em 195 escolas públicas e privadas em toda extensão da província.

Leia também
  • 24/09/2020 21:24:58

    Covid-19 - Caála com 39 escolas com condições de biossegurança

    Caála - As autoridades do município da Caála (Huambo) identificaram 39 escolas, do ensino primário ao II ciclo, com condições de biossegurança exigidas para o reinício das aulas, a partir do dia 05 de Outubro, de acordo com o chefe de secção local da Educação, Américo Cinco Reis.

  • 24/09/2020 16:34:49

    Covid-19: Comparticipação de alunos reforça sistema de biossegurança

    Cuito - O director do Gabinete Provincial da Educação no Bié, Evaristo Vitangui Gando, admitiu hoje (quinta-feira), na cidade do Cuito, que a comparticipação dos alunos no processo de ensino vai contribuir no reforço do sistema de biossegurança das instituições escolares, em conformidade com um Despacho Presidencial.

  • 24/09/2020 16:21:10

    Covid-19: Educação forma quadros sobre biossegurança

    Lubango - Pelo menos 30 quadros do sector da educação, entre professores, supervisores, inspectores, coordenadores das Zonas de Influência Pedagógicas e funcionários administrativos estão a ser formados pelo Gabinete Provincial da Educação da Huíla em matérias de biossegurança e integração de tecnologias nas salas de aulas.