Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

25 Setembro de 2020 | 12h51 - Actualizado em 25 Setembro de 2020 | 12h54

Gestores escolares em formação sobre fabrico de sabão artesanal

Icolo e Bengo, Luanda - Cinquenta gestores escolares do município de Icolo e Bengo, em Luanda, entre directores gerais e pedagógicos, coordenadores de química, biologia, educação moral e cívica e inspectores escolares, estão a ser formados para o fabrico de sabão artesanal visando a higienização das mãos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Gestores escolares aprendem a produzir sabão e álcool gel em Icolo e Bengo (foto arquivo)

Foto: Aurelio Janeiro Sacalei Soi

 Em declarações hoje à ANGOP, o chefe de Repartição de Acção Social da Administração do Distrito Urbano de Bela Vista, Laurindo da Silva, disse que para além do sabão, os gestores adquirem igualmente técnicas para o fabrico de álcool em gel e sabão em líquido.

A formação, com duração de dois dias (quinta e sexta-feira) e que encerra hoje, está a ser orientada por três técnicos dos Ministérios da Saúde e da Educação, que afloram outras matérias concernentes ao combate ao covid-19, como técnicas de socorrismo e do estigma escolar.

Conforme a necessidade de se combater a pandemia que assola o mundo e, em particular, o país, os gestores escolares que vão replicar os conhecimentos para todos os professores da municipalidade, aprendem também os procedimentos de como se comportar caso haja um caso de covid-19.

“Se por eventualmente houver um caso de covid-19 nos espaços escolares, os gestores escolares devem saber, aquém contactar, que medidas tomar em relação à turma ou à sala de aulas”, explicou.

Esta formação acontece em função do reinício das aulas previstas para Outubro próximo.

O responsável frisou que a matéria-prima como sódio, óleo vegetal usado ou não, água e aromas, o álcool em gel é mesmo o alcool e o gel, para o fabrico do produto referenciado de biossegurança e higienização das mãos deverá ser adquirida pelas administrações municipais.

Segundo Laurindo da Silva, os orientadores e técnicos do Ministérios da Saúde e da  Educação, que foram formados por engenheiros químicos do laboratório nacional angolano da faculdade de engenharia. 

A formação acontece na escola nº 676 ensino primário e Iº ciclo, no interior da centralidade do 44, onde as condições para higienização estão a ser concluídas com um lavatório com sete torneiras que na falta de água canalizada, será abastecida por tanque de dez mil litros de água por gravidade.

Os quartos de banhos estão igualmente em condições para ser usado por alunos e professores numa demonstração segura para o arranque das aulas lectivas em Outubro do ano em curso.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 28/08/2020 11:18:34

    Apicultores no Moxico recebem meios de trabalhos

    Luena - Cem apicultores do município de Camanongue, província do Moxico, receberam meios para a prática da sua actividade profissional como colmeias melhoradas, fatos e botas de trabalho, uma oferta da Federação Luterana Mundial (LWF) Angola.

  • 12/02/2019 06:01:35

    Actualização de categorias abrange mais de 48 mil professores

    Ndalatando - Cerca de 48 mil e cinco professores do ensino primário, secundário e auxiliares com nível académico de licenciados beneficiaram da actualização de categorias, passando de técnicos médios para técnicos superiores, de Janeiro deste ano ate à presente data, em todo o país, no âmbito da revisão da tabela indiciária salarial da função pública.

  • 19/06/2018 16:51:20

    Mais de 400 professores reinseridos na folha salarial em Malanje

    Malanje - Quatrocentos e 52 professores e outros funcionários do sector da educação em Malanje foram já reinseridos no sistema salarial, pelo Ministério das Finanças, em coordenação com as autoridades da província.