Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

05 Outubro de 2020 | 16h57 - Actualizado em 05 Outubro de 2020 | 16h57

Covid-19: Escola "Camarada Tchifutchi" regista número aceitável de alunos

Luena - O reinício das aulas hoje, segunda-feira, no complexo escolar nº 338 "Camarada Tchifutchi", na cidade do Luena, no Moxico, recebeu pelo menos 500 alunos, um número aceitável atendendo a pandemia da Covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Vista parcial da Cidade do Luena, Moxico

Foto: Angop

Moxico: Director da escola ?Camarada Tchifutchi?, Sérgio Capitão

Foto: kinda kyungu

Numa ronda efectuada pela Angop, nos estabelecimentos de ensino, sedeados na cidade do Luena, constatou – se muito movimento das batas brancas em direcção às escolas.

O director da escola “Camarada Tchifutchi”, Sérgio Capitão, explicou que em situação normal a instituição alberga mil alunos em cada turno, mas hoje, com as restrições imposta pela pandemia, apareceram pelo menos 500, sendo 27 em cada sala de aulas.

Referiu que todos utentes na escola foram orientados e obrigados a fazer a higienização das mãos com água e sabão, bem como cumpriram outras regras de prevenção da Covid - 19.

Já na escola primária n.º 154, do bairro “Zorrô”, apesar da fraca presença dos educandos, os professores ministraram aulas aos presentes, neste primeiro dia da retoma.

O director da referida escola, João Mateus disse que entre os 98 alunos matriculados na 6ª classe, apenas 15 se fizeram presentes, um número bastante reduzido.

Na Escola Superior Politécnica do Moxico (ESP), onde, apesar do aparato criado para prevenir a Covid -19, o retorno foi marcado com o incumprimento, no que toca ao distanciamento, facto que originou uma reunião de emergência por parte da direcção da escola.

O chefe da secretaria académica da ESPM, Eduardo Domingos Neto, explicou que foram notórios abraços, beijos e apertos de mãos entre os estudantes que retornaram as aulas, um cenário que chocou o corpo docente e a direcção.

Afecta a Universidade José Eduardo dos Santos, a escola lecciona oito cursos, nomeadamente Física, Química, Matemática, Análises Clínicas, Informática, Enfermagem, Contabilidade e Geografia, absorvendo um total de três mil e 20 estudantes.

Leia também
  • 05/10/2020 16:24:38

    Covid-19: Professores recebem viseiras

    Mbanza Kongo - Duas mil e 345 viseiras (resguardos do rosto) foram distribuídas a igual número de professores do ensino primário na província do Zaire, no âmbito das medidas de protecção contra a Covid-19.

  • 05/10/2020 16:13:23

    Covid-19: Administração assegura abastecimento de água

    Dundo - O administrador municipal do Chitato, na Lunda Norte, Gastão Cahata, assegurou que a administração mobilizou uma moto e um camião cisterna, para abastecer água nas escolas do ensino primário e I ciclo que não dispõem de água canalizada.

  • 05/10/2020 16:04:55

    Covid-19: Falta de testes em professores preocupa

    Lubango - Com o reinício hoje, segunda-feira, das aulas, 18.678 professores controlados pelo Gabinete Provincial da Educação na Huíla continuam a aguardar por testagem da Covid-19, visando dar resposta ao cumprimento das medidas de biossegurança nas escolas.