Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

30 Abril de 2011 | 06h11 - Actualizado em 30 Abril de 2011 | 06h10

Advogados de médico de Michael pedem adiamento de julgamento

EUA

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

     
               Los Angeles - Advogados do médico de Michael Jackson pediram nesta sexta-feira um novo adiamento do julgamento previsto inicialmente para 9 de Maio pela morte do ícone pop em 2009.


               A defesa de Conrad Murray quer mais tempo para se preparar por duas novas testemunhas que a procuradoria convocou para o julgamento, que deverá determinar se o médico foi responsável pela morte de Jackson por uma overdose de sedativos.


               O juiz do Tribunal Superior de Los Angeles, Michael Pastor, convocou uma audiência na segunda-feira de manhã para se pronunciar sobre este pedido dos advogados de Murray.


               "Preciso ouvir e ver mais informações", disse Pastor ao pedir ao advogado principal de Murray,Edward Chernoff, que entregue a sua solicitação de adiamento por escrito até domingo.


               Michael Jackson morreu aos 50 anos por uma overdose de propofol, um anestésico muito potente que o astro utilizava como sonífero.


               A defesa de Murray sustenta a tese de suicídio, alegando que o cantor estava desesperado pelas suas várias dívidas e que injectou em si próprio uma dose extra sem o conhecimento do seu médico.