Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

28 Julho de 2011 | 12h53 - Actualizado em 28 Julho de 2011 | 12h52

Quase três mil desaparecidos desde o início dos protestos

Síria

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Nicósia - Pelo menos  três mil pessoas estão desaparecidas na Síria desde o início do movimento de contestação contra o regime do presidente Bashar al Asad, informou hoje, quinta-feira, a organização não-governamental (ONG) local Avaaz.

De acordo com o balanço, é desconhecido o paradeiro de dois mil 918 sírios presos pelas forças de segurança desde 15 de Março.

A ONG Avaaz lançou uma campanha para a libertação  destas pessoas e preparou uma lista com o nome de todos os desaparecidos.

O relatório da ONG também refere que, além dos desaparecidos, mil 634 pessoas morreram desde o começo dos movimentos de protestos.

Para a obtenção destes dados, a Avaaz trabalhou com duas organizações de defesa dos direitos humanos sírias que forneceram os números finais e as fotos de todos os
desaparecidos, assim como informações pessoais e a data da prisão de cada uma deles.