Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

13 Fevereiro de 2014 | 05h43 - Actualizado em 13 Fevereiro de 2014 | 05h43

Afeganistão: Homens vestidos com o uniforme militar afegão matam soldados americanos

Dois homens vestidos com o uniforme militar afegão mataram à tiros dois soldados norte-americanos, nesta quarta-feira, no primeiro ataque deste tipo desde o início do ano, informou uma fonte afecta a Força Internacional de Assistência para a Segurança (ISAF).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 "Dois membros da ISAF morreram quando dois indivíduos vestidos com o uniforme das Forças de Segurança Nacional afegãs dispararam contra eles hoje, no leste do Afeganistão", anunciou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) num comunicado, sem precisar a nacionalidade das vítimas.    

"A ISAF e oficiais afegãos estão averiguando os factos para determinar suas causas exactas", diz o texto.   

Um funcionário da Defesa dos Estados Unidos da América (EUA) confirmou à AFP que as vítimas eram militares de seu país.   

O ataque ocorreu na província de Capisa, norte de Cabul, disse à AFP o governador da província, Mehrabudin Safi.

O porta-voz dos talibãs, Zabiulá Mujahid reivindicou a responsabilidade pelo ataque, mas as autoridades da ISAF afirmam que a maioria dos "ataques no interior" perpetrados por militares ou policiais afegãos contra soldados da OTAN costumam ter motivações pessoais ou são consequência de mal-entendidos.  

Em Janeiro desse ano, a capital afegã registou um aumento dos ataques dos talibãs, que promovem uma violenta insurreição no país desde sua expulsão do poder, em 2001, por parte da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Em 17 de Janeiro, um comando suicida talibã lançou uma letal expedição contra "A Taberna do Líbano", um restaurante bastante frequentado pelo pessoal diplomático. No ataque, 21 pessoas morreram, incluindo 13 estrangeiros.  

A missão de combate da OTAN no país terminará no final de 2014.          

Actualmente, existem cerca de 34 mil soldados norte-americanos e outros 19 mil de outros países membros do tratado enviados ao país para apoiar e formar 345 mil membros das forças afegãs.

Assuntos Assassinato  

Leia também
  • 22/09/2018 03:17:13

    México tem nono jornalista assassinado em 2018

    Tuxtla Gutiérrez - O jornalista Mario Gómez, repórter do jornal El Heraldo de Chiapas, no sul do México, foi assassinado sexta-feira, tornando-se o nono profissional da área morto no país desde o início do ano.

  • 18/09/2018 11:50:51

    Golfista espanhola assassinada nos Estados Unidos

    Lowa - Celia Barquín Arozamena, uma jovem golfista espanhola, foi morta em Ames, no Iowa, Estados Unidos, noticiou hoje o Mundo Desportivo.

  • 13/09/2018 10:42:56

    Chile vai indemnizar filho de casal argentino-mexicano assassinado

    Santiago - Um tribunal de Santiago do Chile ordenou ao Estado chileno que indemnize em 217 mil dólares o filho de um casal formado por um argentino e uma mexicana assassinados por militares em finais de 1973, informaram hoje fontes judiciais.

  • 12/07/2018 14:43:36

    Vice-prefeito é assassinado a tiros nas Filipinas

    Manila - O vice-prefeito do município de Sapa-Sapa, Al-Rashid Mohammad Ali, foi assassinado na noite de quarta-feira, na cidade de Zamboanga, no sul das Filipinas, se tornando o sexto político que morre de forma violenta nos últimos dez dias no país.